“DOCE, DOCE, DOCE, A VIDA É UM DOCE, VIDA É MEL …”

Curtir um final de semana prolongado, ao lado da família, num cantinho especial, longe do agito da cidade é sempre muito prazeroso, porém, não foi desta vez que tive esse privilégio, por que durante o feriado, troquei a família para realizar mais uma festa em homenagem ao Dia das Crianças em dois lugares sofridos do nosso município (Vitoriana e Porto Said) junto com os companheiros do Grupo de Amigos Voluntários e os componentes do projeto “CRIANÇA FELIZ”.

Começamos a nos organizar logo no sábado, afinal é nada fácil “juntar” num salão de festas, por várias horas e, em meio a muita pipoca, algodão doce, refrigerantes, cachorro quente e brinquedos, mais de quatrocentos “sapequinhas”.

Com as graças DELE, mais uma vez, voltamos para casa, apesar do enorme cansaço, mais jovens e totalmente enriquecidos. Aliás, é demais confortável conviver na bagunça que a criançada promove nesses encontros e, mais ainda, curtir junto com eles um pouco de tudo, principalmente, músicas como aquela da Rainha dos Baixinhos que não parava de tocar e que, se ouvida com o coração, valoriza muito mais a nossa existência: “ … Doce, doce, doce, a vida é um doce, vida é mel, escorre da boca feito um doce pedaço do céu…”.

Dia 11, segunda feira, dez horas de uma manhã linda e todinha ensolarada e lá fomos “nóis” para o Porto Said (mais do que perfeita a afirmação do Capitão Semensati: aqui só o prefeito pode fazer a diferença), um lugarzinho bonito, mas que não abriga nada além da miséria, tal a pobreza que reina por lá. Tudo aconteceu de maneira emocionante. Durante todo o tempo que permanecemos ao lado das pouco mais de cem crianças fizemos a festa com a gurizada daquela localidade.

Não dia seguinte, também no período matinal, fomos até Vitoriana e, mais uma vez, abraçados um ao outro conseguimos “arrebentar”; confesso que por muito tempo passarei longe de cachorro quente, algodão doce, pipoca e refrigerante. Mais de quatrocentas e cinquenta crianças proporcionaram um verdadeiro “auê” no salão de festas da paróquia local. Vivenciamos algumas cenas inesquecíveis. Acredite caro leitor, teve até um garotinho que se apresentou na festa de paletó e gravata.

Enfim, como disse no início deste “conto”, não tivemos o privilégio de desfrutar do feriadão prolongado, as delícias que o aconchegante “bairro da Mina” nos oferece, porém, de mãos dadas, proporcionamos a muitas das nossas crianças carentes, um dia feliz e cheio de alegrias. Se isto não bastasse, ainda alcançamos a glória de, junto dessas maravilhas, bem na metade da festa, agradecer a “Padroeira do Brasil”, Nossa Senhora Aparecida, por toda proteção. Foi simplesmente maravilhoso ver a gurizada rezar e fazer agradecimentos a Nossa Senhora.

Parabéns, queridos amigos Rubens Standislaw Tonini, Jaime Contessotti Junior, Ronaldo da Silva, Edson Antonio Rosa, João Silvio Abílio, André Ricardo T. Pinto, Luiz Fernando Nali, Doutor Mário Roque Simões, Sérgio Rossi, meus inseparáveis colegas do Projeto “Criança Feliz” pela beleza de mais uma realização em prol das nossas crianças.

Parabéns, queridos colegas do Grupo de Amigos Voluntários (Capitão Salvador Theodoro da Silva, Ondina “Espanhola” Cotrin, Wagner “Wawa” Rodrigues, João e Edithe do Porto Said e o casal Rinaldo e Regiane de Moraes) por toda dedicação e, mais ainda, pela sólida parceria selada.
Parabéns, profissionais do Salão Afrodite do amigo Alex e da Escola de Cabeleireiro Ponto da Beleza, de propriedade da Professora Sueli que, com seus alunos, participaram deste evento cortando cabelo e fazendo as unhas da meninada.

Meu costumeiro abraço semanal é dedicado a uma pessoa diferenciada da sociedade botucatuense, um parceiro frequente de todas as ações sociais que tentamos desenvolver em prol da melhoria do terrível quadro de pobreza e miséria que atinge muitas famílias e que também encontra tempo para atentar para os meus “contos” semanais, meu amigo Donizeti Manzini, o moço da Cohab I.

Também, carinhosamente, abraço todos aqueles (desde o pipoqueiro, passando pelo “dono” do algodão doce, as cozinheiras que prepararam o cachorro quente, até os amigos que serviram a criançada) que nos auxiliaram nas festas realizadas em Vitoriana e Porto Said. Queridos companheiros, com certeza, estaremos sempre no coração daquela criançada.

Com a mesma cordialidade agradeço todo o pessoal da 1ª. Companhia do 12º BPM I, em especial o seu Comandante, Capitão José Semensati Junior e os policiais Almeida e Adriano que estiveram conosco e bem de pertinho contemplaram a importância em nossa vida, do peso do olhar e do sorriso de uma criança.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com {/n}