“… CRIANÇA FELIZ, FELIZ A CANTAR…”.

“Eta nóis”!  A “baita” CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS, povoada, quase na sua totalidade, por pessoas que fazem da solidariedade uma gostosa maneira de viver bem, conseguiu juntar, nos dias que antecederam o Natal um “montão” de “papais” Noel. Houve festa em todos os cantos deste cantinho hospitaleiro e abençoado para quem almeja paz e segurança. O que mais ouvimos por onde passamos foi a inesquecível música tocada nos meus tempos de menino: “… CRIANÇA FELIZ, FELIZ A CANTAR, ALEGRE A EMBALAR, SEU SONHO INFANTIL, AO MEU BOM JESUS, QUE A TODOS CONDUZ, OLHAI AS CRIANÇAS DO NOSSO BRASIL…”

Graças à atuação de muitos voluntários, a criançada, muito especialmente aquelas cujos pais são órfãos da pátria (carentes da oportunidade, inclusive, de sentir alegria numa época em que todos deveriam vivenciar a magia do Natal) tiveram, pelo menos num dia, uma satisfação à altura do merecimento de todo o ser em desenvolvimento neste rico Brasil, porém, mergulhado nas safadezas, bandidagens e muita corrupção.

Como “Voluntário de Carteirinha”, confesso que, por alguns instantes, voltei no tempo e passei momentos que, com certeza, causariam inveja a muitos e muitos daqueles amigos com os quais, lá atrás, compartilhei a minha sofrida infância. Fui, com muito prazer, na festa de Vitoriana; no campo do Inca e, por fim, passei por Rubião Junior e, em todas, curti uma prazerosa “caminhada” pelos trilhos do mundo do bem.

Logo pela manhã no domingo (21/12) arrumei as malas e segui até o sofrido e, mais do que carente, Distrito de Vitoriana, onde dois companheiros de grupo, o casal Wagner “Wawa” Rodrigues e Ondina Silvia Cotrin, conseguiram “amontoar” na sua modesta residência, mais de duzentos garotos e garotas e presenteá-los com uma pequena, porém significante lembrança.

Não bastasse o “punhado” de brinquedos que foram distribuídos pelos integrantes do nosso “time” (Dias, Angélica, Silvana, Andiara, Elaine, Ariane, Gigi, Dona Jura, Rodrigo da Rotason, Mário, Cristina, Stefani e Ricardo), em meio à muitos cachorros quentes, algodão doce, pipoca, sorvetes e refrigerantes, ainda foi sorteado, entre os pequenininhos, duas belíssimas bicicletas, doadas pelo empresário Lauro Cotrin e, para finalizar a festança, nada menos do que 90 cestas de alimentos foram entregues a famílias carentes daquela localidade. Ali começou o que, para mim. pode ser chamado de verdadeiro espírito natalino.

Parabéns queridos amigos, componentes desta corrente do bem, carinhosamente chamada GRUPO DE AMIGOS VOLUNTÁRIOS, que já dura quase três décadas, por mais um ano de uma esplêndida realização em favor das nossas crianças.

OUTRO FESTÃO ACONTECEU NO CAMPO DO INCA

É isso mesmo! Outro festão aconteceu, naquele mesmo domingo, só que no estádio municipal “Professor João Roberto Pilan”, o “velho” campo do INCA. Pra não fugir à regra os amigos do Sindicato dos Bancários de Botucatu (Celso Correa, José Francisco Ribeiro de Melo, Carlão do Banco Santander, Simone do Bradesco e a Daniela Mores) grandes parceiros das ações filantrópicas que acontecem na cidade, também “arrebentaram”.

Acredite! Mesmo com as chuvas que, a todo custo, insistiam em “dividir” as glórias daquele congraçamento natalino, programado pelo bem estar da gurizada, mais de duas mil crianças participaram de tudo o que foi organizado para a molecada daquela vasta região do nosso município.

Tanto lá, como em Vitoriana “rolaram” muitas atrações. Além das bonitas apresentações de vários cantores e duplas sertanejas da terrinha, teve até uma maiúscula apresentação de mágicas oferecidas pelo campeão mágico Robson Bianconi. Como sempre, a meninada foi à loucura com as “artes” mostradas, com muita habilidade, por esse verdadeiro talento do mundo do ilusionismo. Isso tudo ocorreu nas horas que antecediam a chegada do tão aguardado “Papai Noel”. Aliás, o que o meu amigo Tobias trabalhou, vestido do “bom velhinho” em festividades na cidade (ele esteve até na festinha da nossa princesa Dudinha) foi algo merecedor dos mais calorosos elogios. Parabéns, grande amigo!

 

 

CAMINHÕES DA TRANSPORTADORA AQUARIUN “PASSEIAM” PELA CIDADE E FESTEJARAM A CHEGADA DO NATAL

 

Ainda naquela domingueira totalmente natalina, eis que a população botucatuense acabou contemplada com um grandioso “desfile”, típico das festas natalinas, programado por um cidadão “botucudo”, referência (em tudo o que é do bem) José Geraldo Batista da Silva, proprietário da renomada Transportadora AQUARIUN. Coisa linda de se ver!

Trinta e três caminhões (todos muito bem enfeitados), mesmo com uma chuvinha persistente produziram encantamento e emoção em nossa gente ao passearem pela cidade inteira para ilustrar as belezas do NATAL e, mais ainda, festejar em grande estilo a tão significativa data para todo o mundo.

Parabéns, querido amigo Geraldinho, por todo sucesso alcançado neste sexto ano de realização de uma “empreitada”, muito mais que surpreendente – aliás, uma maravilha que trás muita felicidade a uma sociedade sofrida, que não aguenta mais se deparar, cotidianamente, com tantos e tantos descasos (de todos os tipos), que ocorrem neste país “movido” por mercenários da pior espécie. 

 

 

COWBOY NOEL ALEGROU RUBIÃO JUNIOR INTEIRINHO, EXATAMENTE, NO DIA DE NATAL

 

Não é muito difícil programar uma festa quando o intuito é alegrar uma criança, até porque, é fácil agradar uma criança, que tem o coração puro.  E deve-se estar preparado para não chacoalhar as estruturas ao rememorar a alegria de ser criança. Porém, por outro lado, não é nada fácil conciliar o abraço de centenas de crianças, exatamente no dia em que toda família quer se reunir e comemorar. 

Caro leitor, a festa da gurizada moradora nas vilas do populoso Distrito de Junior, aconteceu, exatamente, no Dia de Natal; por sinal, essa é uma realidade que vem ocorrendo há vários anos. E aí, o que você pode falar? Será que você conseguiria abrir mão da família e se colocar à disposição de um evento nesta data? Claro que existe muita gente que “abraça” causas das mais variadas, no entanto, acho esse desafio ousado demais. Por mais que o seu coração te cobre, a família sempre tem um peso maior nas nossas decisões.

Que nada! O Chico Cowboy, meu amigo Francisco Guedes, funcionário exemplar do quadro de servidores da FAMESP, um menino ex-interno, que cresceu e teve uma boa orientação de vida na nossa estimada Casa dos Meninos “Sagrada Família”, onde prazerosamente o conheci, comprou essa briga e “revolucionou”, por completo, todos os espaços do campo de futebol de Rubião Junior.

Com a ajuda de inúmeras famílias do Bairro (Emerson Martins, Osvaldo Oliveira, a simpática Dona Tereza, entre tantas outras preciosidades) e de um “punhado” de parceiros, ele agregou próximo de quinhentas crianças durante quase todo o dia 25. Lá, também teve de tudo, igualzinho nos demais eventos. Brinquedos, doces, balas, cachorro quente, pipoca, refrigerantes e mais, mais e mais. Enfim, tudo o que um SER em formação merece foi oferecido ao longo do dia inteirinho. Pena que nesta eu não pude ficar, afinal, a vida é mesmo desse jeitinho, a prioridade maior sempre foi a nossa família, mas ao final, soube que tudo “rolou” de um jeito impecável.

Parabéns, grande COWBOY NOEL. Tenha certeza, querido amigo, esse seu comprometimento com o bem das nossas crianças mostra, a todos nós, não só uma força incrível de alma que você tem, mas acima de tudo, o desejo de gratidão ao retribuir uma graça conquistada lá atrás. Vamos adiante companheiro. De fato, nós (todos) devemos (e muito) para Deus e você, sem dúvida alguma, vem pagando a sua parte.

Para concluir este meu último “conto” do ano, quero parabenizar um grupo de jovens (Júlio Vizoto, Ana Módolo, Rodrigo Delgalo, Rodrigo Módolo, Augusto Losi, Rodrigo Siqueira, Maria de Fátima e Viviane Rodrigues) que, tendo a frente o garoto Thiago Franco, filho do casal de amigos e ilustres vizinhos na nossa acolhedora “Vila dos Médicos”, Neila e Doutor Antonio Alves Franco.

Essa meninada, que ostenta bons princípios, juntamente com o amigo Pedro de Lima (um motorista dos bons), na manhã bonita e ensolarada do último dia 24, véspera do Natal, agradaram grande parte da comunidade do Jardim Santa Eliza. Nas pouco mais de duas horas, de andanças por aquele “cantinho” da cidade – que posso dizer com convicção, tem mais criança do que formigas – esses meninos e meninas entregaram mais de mil brinquedos e presentearam quarenta pessoas com uma cesta de alimentos. Isso é digno de se registrar.

Aproveito este momento, por sinal, bastante especial, para cumprimentar um grande cidadão botucatuense; uma pessoa admirável, exemplar, solidária e, acima de tudo, um cristão, muitíssimo compromissado com as coisas do bem. Um dirigente à moda antiga, mas, que há longos 33 anos representa, com muito brilhantismo, lá na Associação dos Ferroviários, situada na Rua Domingão Gonçalves, um “montão” de trabalhadores (aposentados e pensionistas) da extinta e saudosa Estrada de Ferro Sorocabana: meu amigo e paizão Orlando de Almeida. Essa jóia rara acabou de ser aclamada, pela quinta vez consecutiva, Presidente daquela respeitável entidade. Parabéns meu querido e respeitado irmão!

Também de maneira carinhosa, abraço um, dentre os muitos leitores dos meus “causos” que, para minha satisfação, acompanha todos os trabalhos que prazerosamente desenvolvo aqui, ali e acolá: meu amigo e colega de trabalho na UNESP, Antonio Evaristo, o queridíssimo “Buchicho” da Veterinária da UNESP.

Com o mesmo carinho abraço a nossa querida vovozinha Cecília Geraldo Moreno, matriarca da família do amigo Donizeti Manzini, que completou, na semana passada, 88 anos de uma vida lindíssima; o Doutor Rafael Pimenta um jovem médico (também aniversariante) que presta relevantes serviços ao nosso Hospital das Clínicas e o “menino de ouro” da Guarda Municipal de Botucatu, meu amigo e parceiro de causas nobres, o Inspetor Lucas Trombaco.

Feliz 2015 a todos.

Rubens de Almeida – Alemão

alemao.famesp@gmail.com