Exercícios físicos para hipertensos: Confira a Coluna do Espaço Elo desta semana com o Professor Guilherme Prodócimo

Segundo dados da V diretriz brasileira de hipertensão arterial tem uma prevalência de 22 a 43% em algumas regiões do Brasil. Quando se fala em óbito, cerca de 27% está ligada a problemas  cardiovasculares.

Mas o que causa a hipertensão arterial?

Existem diversos fatores que podem a levar a essa patologia, como obesidade, idade, sexo, álcool, tabagismo, sedentarismo, fatores socioeconômicos, entre outros.

E qual o tratamento?

Para essa patologia, o tratamento medicamentoso é indispensável, sendo ele o responsável por controlar a pressão do paciente. Porém, existem outros tratamentos não medicamentosos como manter uma alimentação saudável, controle do peso corporal, reduzir o consumo de sal, moderar o consumo de álcool, abandonar o tabagismo, evitar estresse e realizar exercícios físicos.

Quais exercícios são recomendados?

Antes de começar a praticar exercícios por conta própria, é indicado que o paciente procure primeiramente um cardiologista e se possível que o mesmo faça um teste de esforço máximo, pois através da sua frequência cardíaca, uma melhor prescrição de exercício será realizada.

Após ser autorizado pelo médico, é recomendado pela V diretriz brasileira de hipertensão arterial que o aluno/paciente realize exercícios 3 vezes por semana, sendo 30 a 40 minutos de aeróbio por dia, tomando suplementado por exercícios de musculação. Esses exercícios aeróbios deverá estar entre 50 e 70% da frequência cardíaca de reserva. Essa frequência cardíaca alvo é encontrada pela seguinte fórmula:

Fc repouso= (Frequência cardíaca máxima – frequência cardíaca de repouso) x    % alvo/100 + frequência cardíaca de repouso

Os exercícios de musculação com 50% da carga máxima que o paciente seria capaz de suportar.

Os exercícios físicos a longo prazo trarão inúmeros benefícios ao paciente, sendo a principal vasodilatação periférica, que ocasionará numa queda da pressão arterial e consequentemente reduzindo riscos de o paciente sofrer um acidente cardiovascular como o infarto e o acidente vascular encefálico (AVE).

Sabendo de tudo isso, a prática de exercícios é benéfica para a prevenção quanto para a reabilitação de pessoas hipertensas. Assim, realize exercícios físicos constantemente acompanhado por um profissional especializado.

Aqui no espaço ELO todos os professores são de qualidade e estão prontos para melhor atendê-los e dar uma melhor qualidade de vida a população.

Venha nos visitar e conferir pessoalmente!

 

Guilherme Prodócimo

Professor do Espaço ELO

 

Referência

V diretrizes brasileiras de hipertensão arterial. São Paulo. 2006.