Você conhece as pessoas que moram e vivem em você?

Você já teve a sensação de ter mais de uma pessoa morando dentro de você, uma brigando com a outra? É como se houvesse duas forças em seu interior, cada uma levando você para uma direção oposta. A maioria das pessoas experimenta essa sensação.

Para entender melhor essa dinâmica interior, imagine que existem três pessoas morando dentro de você.

A primeira é a que você é, com toda a sua história de vida, onde estão registrados todos os acontecimentos vividos por você até hoje. Chamamos essa pessoa de eu real.

A segunda é a pessoa que você gostaria de ser, com seus sonhos e aspirações. A essa vamos chamar de eu ideal.


E a terceira é aquela que você demonstra ser para os outros através de sua fala, fisionomia e gestos. Essa é seu eu aparente.

Um exemplo prático dessa dinâmica é o seguinte: alguém pisa no seu pé e você sente dor. Seu eu real quer xingar, mas seu eu ideal pensa assim: “Quero ser uma pessoa educada e não vou fazer isso”; então seu eu aparente esboça um leve sorriso.


Das três pessoas a mais importante é a ideal, que é aquilo que você quer ser.

Portanto, não importa os defeitos, os vícios e as fraquezas que fazem parte de seu eu real, o importante é aquilo que você deseja ser, suas metas, seus anseios. É com os olhos em seu eu ideal que você pode mudar sua vida.

Todas as vezes que essas pessoas estiverem brigando dentro de você, procure identificar seu eu ideal e reforçá-lo para que ele possa sair vencedor.

Nessa disputa interior vencerá aquele que estiver melhor alimentado.