Você combate cupins ou os cupinzeiros?

Na vida muitas vezes somos tomados por emoções que fogem ao nosso controle.

É como um ataque de cupins numa residência: espalham-se por todos os ambientes, corroendo tudo o que encontram pela frente.

No momento em que a equipe de dedetização chega para combatê-los, sua preocupação não é eliminar os insetos, mas sim analisar o ambiente e localizar o foco.

Dessa forma seu trabalho será eficaz, sem risco de reincidência.

Assim também acontece conosco quando existe uma situação mal resolvida e as emoções tomam conta de nossa alma.

É necessário agirmos como a equipe de dedetização, procurando não combater as emoções, mas sim analisá-las para podermos detectar o foco e eliminá-lo com eficácia, sem risco de reincidência.

Quando o cupim das emoções tomar conta de sua alma, não pense em combatê-lo sem antes localizar seu foco.