TUDO SOBRE A BÍBLIA – nº 38

Shalom Aleichem (A Paz esteja contigo)!

Prossigamos em Gênesis 2:2 “E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.” [BíbliaHabil]
Até aqui se falou de céus e terra; mas nesse momento Tutmósis fala também de “seus exércitos”.
Esses exércitos, não são exércitos de tanques de guerra, caças ou mísseis; e sim exercito de seres espirituais especialmente criados por Deus para seu serviço nas diversas áreas de atuação necessárias.
Nós costumeiramente os chamamos de “anjos” palavra oriunda do grego koinê: anggelos.
Anjos não possuem sexo, e são seres espirituais podendo assumir a forma desejada para executar sua missão.
Os demônios, nada mais são que anjos rebeldes com destino ao inferno eternamente isto com grande punição. Por tanto os seus Don sobrenaturais são semelhantes ao dos anjos com a diferença de sua utilização.
São em numero incontável, sendo comparados, ? s estrelas do céu.
Seres espirituais são reais e não objeto da imaginação ou ainda ficção científica futurista.
Esses seres invisíveis aos olhos humanos (visíveis quando querem) foram criados por Deus durante a obra criativa; ou seja o mundo celestial também foi criado por Deus; onde suas normas e cotidiano são descritos na mitologia judaica narrada pelo Livro Apócrifo de Henoch.
Temos outra questão que costuma popularmente geral polêmica sem assim ser necessário; que é o descanso no sétimo dia o nosso famoso Sábado.
Voltemos a história, Tutmósis foi chamado por Yahweh (Deus) para liderar a fuga de escravos orgulhosos das mãos de um falso deus Faraó. Durante sua jornada pelo deserto teria que treiná-los para virem a ser soldados hábeis para conquistarem Canaã. Para isso precisariam de normas e leis. A questão comercial e a saúde pública estão explicitas juntamente com a adoração exclusiva a Deus; pois, o trabalho não seria apenas na lavoura e seu rodízio de cultivos mas passaria a ser urbano e necessitariam de um período de descanso padronizado. O corpo humano também precisa de descanso para se recompor e o Deus Vivo de um momento específico para seu culto.
Por isso Deus deu o exemplo descansando no sétimo dia e ordenando depois em sua Lei o dia de descanso.

{n}PR. MURILO MENDES MACIEL – OTIB nº 44
Mestrando em Teologia – FATUN
pr.murilomaciel@gmail.com