Sua balança interior está equilibrada?

Imagine que dentro de você existe uma balança que pesa todas as suas emoções, tanto as agradáveis quanto as desagradáveis. Essa balança não pode ficar desequilibrada e, para manter o equilíbrio, consciente ou inconscientemente você busca compensações.


Quando você vive momentos difíceis que lhe causam desprazer – como perdas, decepções, etc. -, automaticamente é acionado seu mecanismo de compensação e surge em você uma compulsão para o prazer. É em momentos como esses que você “ataca” a geladeira, se atira à bebida, ou vai ao shopping e põe-se a consumir desmedidamente… tudo para equilibrar sua balança interior. Apesar do prazer momentâneo, tais atitudes acarretam conseqüências indesejáveis.


Por isso, se sua balança interior tender mais para o lado do desprazer, é preciso equilibrá-la, buscando incluir em sua vida coisas saudáveis, que lhe dão satisfação: um esporte; ou um curso que você gostaria de fazer; talvez desenvolver um talento latente que esteja ainda adormecido, como a dança ou a música, por exemplo.


Observe como está sua balança interior e procure equilibrá-la de forma saudável.