Só amamos até certo ponto…

Estando em Manaus, uma terra quente e carinhosa, me coloquei a pensar no que fazer pelos que mais sofrem por n?o terem o calor humano a aquecer seus corações e suas vidas, mas a resposta veio quase de imediato quando Frei Helder José (de nossa Fraternidade) me envia uma mensagem dizendo que nossa creche é uma força em seu caminho…
Pois é… Muitos s?o os nossos erros e acertos na busca imedida de amar ou de sermos t?o volúveis em nossos “amores”…Só amamos at? certo ponto… Quando n?o barramos com nossos autruismos e nossos pesares e n?o temos coragem de voltar e corrigir… Queremos (falo de mim) ser semi-deuses!
Temos em nós tanto egoísmo e “cabeça dura” que n?o conseguimos ver o bem no mal que nos rodeia e nos esquecemos muito facilmente que estamos aqui neste mundo para aprender a viver e conviver e que isso independe de sexo, raça, idade ou seja o que for.
Muitas vezes somos muito ingratos com nossa vida e nos perdemos em nossos males praticados, mas, olhando e estando nesta terra t?o querida de Manaus, onde se esbanja alegria, posso ver quanto se tem ainda por fazer para que o mundo seja um pouco melhor…
Estando aqui posso perceber porque um arquidiocesano de Botucatu (que nasceu num territorio que pertença a uma arquidiocese) escolheu aqui viver mais de vinte anos e ser um exemplo de alegria e força pra este povo… Falo de Dom Luis (filho da Arquidiocese de Botucatu).
Bem sei que somos fracos, pecadores e cheios de coisas erradas, mas sei também que nossos erros, na maioria das vezes, s?o cometidos na ânsia de acertar e s?o buscando sermos melhores ou ajudando outros, mesmo esbarrando em nosso carater frio, autoritário, sem jeito, arrogante, mal educado… (falo de mim). Pena que n?o consigamos ter uma máquina do tempo para retornar e ver ou refazer o que se foi… Mas costumo dizer que o que foi já foi e nada apagará por completo as marcas que a vida nos deixa. O problema é que o bem feito se esquece e a gente só lembra do mal adiquirido, mas temos que continuar a vida… Que seja sempre pra melhorar.
Quero aproveitar e me desculpar com as pessoas que ofendi ou ofendo nesta trajetória da vida com as atitudes e palavras… Isso ajuda a “aprumar” nosso coraç?o.
Com um beijo de Jesus, pelos lábios de Maria e no abraço de José….