Sempre ao seu Lado

{n} ( “Hachiko: A Dog´s Story”, 2008, Richard Gere e Joan Allen ){/n}

Amigos, vamos falar a verdade, geralmente, nos finais de semana, o que mais alugamos são filmes do gênero comédia, suspense ou aventura. Muitas pessoas desprezam o gênero drama, afinal, de acordo com eles: “Minha vida já é um drama”, “De drama já basta o meu trabalho”, etc, etc, etc….

Ora, gente, não é bem assim. Amante da sétima arte de que se preze deve gostar de todos os gêneros e um drama que vale a pena assistir é o filme “Sempre ao seu lado”, estrelado e produzido pelo astro Richard Gere.
É uma história comovente. Na verdade, é uma história, acima de tudo, sobre lealdade entre um cão e seu dono.

A estrela do filme ( e que rouba todas as cenas ) é um cachorro da raça Akita que, quando filhote e de forma misteriosa, vai parar em uma estação de trem em uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos. Na estação, ele cruza o caminho do Professor Wilson ( Richard Gere ) que acaba levando o animalzinho para sua casa.

A partir daí, desenvolve-se um vínculo de amizade tão forte entre o professor e seu cão de nome “Hachi”, capaz de derreter o coração da pessoa mais fria da face da terra.

Hachi acompanha sempre seu dono ? estação de trem. Na ida ao trabalho, Hachi acompanha o professor até a entrada da estação e volta para a casa. Às 17 horas, ao ouvir o apito do trem, corre de volta ? estação e fica esperando o retorno de seu dono.

Tudo seria corriqueiro se não fosse por um imprevisto em um dado momento do filme que acaba transformando essa rotina do cão em um ato extraordinário de lealdade e amor.

Não posso e nem devo adiantar o tal imprevisto, nem o desfecho do filme. Assistam e descubram. O que posso dizer é que é baseado em fatos reais e a história não irá tocar somente os corações dos apaixonados por cachorros, mas irá emocionar a todos, por isso, preparem os lenços. É um drama, sim, mas vale muito a pena assistir. A gente chora, mas fica com os ânimos revigorados e crentes que realmente “o cachorro é o melhor amigo do homem”.

Érika Svícero Martins França
MTB 28. 063
Jornalista