PESSOAS QUE VERDADEIRAMENTE AMAM A JESUS CRISTO

Quando Jesus nasceu, em Belém da Judéia, diz-se que uns magos do oriente a seguir uma estrela que ocasionalmente lhes aparecia, indo para
Jerusalém. Provavelmente, informados de que aquela estrela anunciava o nascimento de um Rei dos judeus, perguntavam esses magos ao
chegar ? capital de Judá:

__ Onde está o recém-nascido Rei dos judeus? Porque vimos a Sua estrela no oriente, e viemos para adora-lo. Ora, por ordem do rei Herodes,
foram convocados os principais sacerdotes e escribas do povo, especialistas na religião judaica, para responder a indagação dos magos.
__ Onde deve o Cristo nascer? perguntava Herodes.

__ Em Belém da Judéia, responderam os convocados. Com efeito, tais autoridades da religião judaica conheciam perfeitamente onde deveria
nascer o Cristo. Eles eram a casta ortodoxa, conhecedora profunda das Escrituras… Porém, não foram eles que se dirgiram a Belém a adorar e honrar o recem-nascido Rei dos judeus com seus tesouros. Antes, coube a “magos”, a homens sábios. o privilégio de serem os primeiros a
honrar neste mundo o Salvador que lhe nascera. Os representantes da ortodoxia e reponsáveis principais pelo tetemunho de Deus na terra
permaneceram em Jerusalém, longe do verdadeiro centro de atenção de Deus; homens desconhecidos foi que amaram aquele Messias recém–
nascido e O buscaram.

Até o final daquela era, já no ministério do Senhor, permaneceu assim a situação da ortodoxia judaica. Jesus disse deles: “Examinai as Escrituras,
porque julgais ter nelas a vida eterna… Contudo não quereis vir a mim para terdes vida” (Jo 5:39). O conhecimento bíblico de Cristo, de fato muitos tem; mas a experiência de Cristo como vida é reservada a um grupo de amantes especiais.