PARA QUEM OLHAR

Durante uma guerra, o comandante de um batalhão de novatos instruia os soldados, do alto de sua experiencia: A guerra é muito
suja e traiçoeira e não se pode jamais confiar no inimigo. Por isso, nunca esqueçam: jamais estejam de costas para o inimigo. Jamais !
Essa é a lógica humana. Mas não é a de Deus. Quando o Senhor determinou a maneira como as doze tribos de Israel acampariam,disse
que deveriam estar “de frente para a tenda da congregação”, que ficava no centro (Nm 2:2). Deus não queria que Seu exército ficasse
preocupado com os inimigos, com suas armas ou seu poder; tão-somente deveria estar voltado para Ele.
Em nossa experiencia cristã aplica-se o mesmo princípio. Muito mais vitórias teremos se contemplarmos nosso Senhor em vez de atentar
para aquilo que o inimigo faz ao nosso redor. Pedro começou a afogar-se, não porque estivessem altas as ondas ou o mar bravio, mas
porque desviou os olhos do Senhor (Mt 14:29,30).
Por mais sofrimentos ou dificuldades que tenhamos,não esqueçamos de olhar firmemente para Jesus e para nada mais.
“Olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé Jesus” (Hb 12:2). “No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus
inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim”. (Sl 56:9). Em cada dificuldade, devemos invocar o nome de Jesus: Ó Senhor Jesus, varias
vezes, assim clamando o nome de Jesus teremos a vitória.

Jair pereira de Souza.
Email: transjps@hotmail.com