NOSSOS PLANOS

O ser humano gosta de fazer planos para seu futuro.
Planeja como viverá depois de aposentado ou como
desfrutará a casa que comprou para pagar em 25
anos. Por vezes, os planos são para o futuro proxi-
mo, como fez Henry Ford, o inventor do automóvel.

Em abril de 1947, muitas de suas propriedades havi-
am sido fortemente atingidas por inundações. Duran-
te o dia 7, então, ele examinou o que tinha aconteci
do e, não podendo concluir, avisou que voltaria no
outro dia, as oito da manhã. Naquela noite, ele mor-
reu, e as oito da manhã era anunciada ao mundo sua
morte. Em nada podemos depende de nós mesmos.

Nossas vidas estão nas mãos de Deus, que é o “Au –
tor e Conservador de toda vida” ( Nm 16:22 ) é co-
mum as pessoas, mesmo os cristãos, usarem a ex-
pressão “se Deus quiser” sem, no entanto percebe-
rem que todas as coisas só acontecem mesmo por-
que Deus quer ou permite. Tudo está sob Sua so-
berania e governo. Isso deve levar-nos a uma atitude
de submissão e descanço. Com Deus não existe sorte,
azar, inesperado ou acaso; Ele é Senhor absoluto so-
bre toda e qualquer situação. Os que amam ao Se-
nhor devem render-se a Ele, aceitando sua vontade e
permitindo-lhe ser o Senhor sobre seu presente e fu-
turo. “DEVÍEIS DIZER: SE O SENHOR QUISER, NÃO-
SÓ VIVEREMOS, COMO FAREMOS ISTO OU AQUILO”
( Tg 4:15).