Morte de “Mosca” deixa automobilismo de luto

Esta semana foi marcada pela tristeza. Morreu no hospital Albert Einstein o desenhista Cloacyr Sidney Mosca, conhecido pelo apelido de “Sid Mosca” e responsável por vários desenhos nos capacetes de Felipe Massa, Rubens Barrichello e, principalmente, Ayrton Senna. É dele o desenho do famoso capacete verde-amarelo com a propaganda do Banco Nacional, que ficou em cima do caixão de Senna no dia de seu velório.

Mosca travou uma dura batalha contra um câncer de bexiga e descansou aos 74 anos. Seu corpo foi enterrado ontem. Além dos pilotos brasileiros, o desenhista fez a pintura do capacete de Keke Rosberg, piloto e pai de Nico Rosberg. Outro feito de Mosca, foi a pintura de alguns carros da Fórmula 1 como Brabham, Jordan e Lotus.

Sobre a morte do amigo, Rubinho expressou assim sua tristeza no twitter: “É com grande pesar que recebi a noticia da morte do grande Sid Mosca. Foi ele quem pintou meu primeiro capacete. Alan Mosca continuará com o grande trabalho do seu pai”.

Tony Kanaan escreveu: “Hoje o automobilismo amanheceu mais triste. Perdemos um artista e um amigo. Sid Mosca. Há 26 anos você sempre fez meus capacetes brilharem”. Bia Figueiredo, piloto da Fórmula Indy: “O céu ganhou, hoje, uma grande estrela: O homem que deu vida e personalidade ao capacete dos maiores campeões do mundo. RIP (Rest in Pace ou descanse em paz em português) Sid Mosca”. Luciano Burti: “O dia começa com uma noticia triste. Sid Mosca, o mestre das pinturas de capacetes, faleceu nessa madrugada, que Deus o tenha. Sid deixou a marca de amor pelo seu trabalho e o carinho por nos pilotos. E isso será lembrado para sempre por todos nos!” Sid Mosca pintou capacetes de campeões e deixa este mundo com a incerteza do que se transformará este esporte no futuro.

Semana passada saiu uma notícia que a Ferrari quer comprar os direitos comerciais da categoria e se isso acontecer a escuderia italiana passa a comandar o campeonato. Péssimo sinal. Já existem comentários, que com a compra dos direitos comerciais da fórmula 1, a Ferrari pressionaria outras equipes a abandonarem e formaria uma categoria ? parte. É claro que estamos falando de especulações, mas onde há fumaça a fogo.

Neste domingo teremos mais um GP (Alemanha, Nurburgring), e as previsões nos dizem, que mais uma vez teremos um show de Sebastian Vettel. Felipe Massa, antes de começar a correr na Alemanha, já nos desanimou mais uma vez e informou em entrevista coletiva:

“Levamos uma boa quantidade de peças (novas) para Silverstone, que foi o primeiro circuito no qual conseguimos usar bem os pneus duros. Fizemos um bom trabalho lá e fomos competitivos em todas as situações. Aqui teremos outra atualização e espero que estejamos no ritmo dos melhores novamente neste fim de semana. Dois anos atrás, em Nürburgring, terminei em 3º lugar e, de fato, tive muitos pódios com a Ferrari no GP da Alemanha. Gosto muito desse circuito, então mesmo que a gente sempre queira a vitória, outro pódio seria um bom resultado no domingo, dado a força dos nossos adversários”.

Já estamos prevendo. Se a corrida do brasileiro não for boa, provavelmente, a culpa será das peças novas que ainda não tiveram tempo de serem ajustadas. Esperamos que as cores pintadas por Sid Mosca, um dia possam ser em verde e amarelo para darmos um grito de “Campeão Mundial”. Mas por enquanto, acredito que será difícil e se a Fórmula 1 tomar outros rumos no futuro, provavelmente esta esperança morre aqui.