Elimine a alienação, a frustração e o descontentamento

Será possível humilhar e rebaixar uma pessoa e depois esperar que ela tenha qualidade de vida?

Claro que não se pode exigir muito de uma pessoa com a auto-estima baixa.

O período que normalmente passamos no local de trabalho, na família ou na escola pode se tornar “um inferno” se o ambiente for daqueles que gera medo e ressentimento entre as pessoas, em vez de uma auto-estima positiva. São poucos os pais, amigos e educadores que estão atentos à importância da auto-estima das pessoas e suas consequências na qualidade de vida. Mas, também, não se pode culpar essas pessoas, pois na verdade ninguém parece saber exatamente o que é a auto-estima, de onde ela vem e como fazer para aumentá-la.

De forma resumida podemos definir a auto-estima como a atitude que uma pessoa tem com relação a si mesma, considerando o respeito próprio, a sua autoconfiança e a responsabilidade pessoal em relação aos seus atos.

Uma pessoa com elevada auto-estima está bem preparada para lidar com os problemas que surgirem na vida, normalmente é mais flexível e também mais criativa.

A mensagem é clara para todos nos: Chegou a hora de eliminar as condições que contribuam para a alienação, a frustração e o descontentamento dos que convivem conosco. Elimine a alienação, a frustração e o descontentamento.