CERIMÔNIA DO OSCAR ( ACADEMY AWARDS )

No próximo dia 26 de fevereiro acontece uma das mais antigas cerimônias de premiação da mídia e a mais aguardada por qualquer cinéfilo: O Oscar ou, em inglês, “Academy Awards”.

O prêmio é entregue anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas fundada por Louis B. Mayer, um dos presidentes da famosa empresa MGM ( Metro-Goldwyn-Mayer ). ( lembram-se da vinheta do leão rugindo?…é essa mesma…)

Nos dias atuais a entrega do Oscar acontece no famoso teatro Kodak em Los Angeles, mas a primeira premiação ocorreu no dia 16 de maio de 1929, no Hotel Roosevelt, com a apresentação do ator-ícone da época, Douglas Fairbanks.

Os prêmios são oferecidos após o voto de cerca de 5.800 membros da academia e há premiações em diversas categorias como efeitos especiais, maquiagem, melhor documentário, trilha sonora, entre muitas outras. Claro que as categorias mais aguardadas e comentadas são as de melhor ator, atriz, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, melhor diretor e melhor filme.

A estatueta é alvo de desejo de inúmeros artistas e há algo curioso em torno do nome da famosa estatueta. De onde veio o nome Oscar?

Existem duas versões para o famoso nome. A primeira, e mais comentada, é que ao ver pela primeira vez a escultura, a secretária executiva da Academia, Margareth Henrick, teria achado a estatueta parecida com seu tio Oscar. A comparação teria chegado aos ouvidos de um jornalista que, por sua vez, disseminou a informação fazendo o apelido “pegar” imediatamente.

Para quem gosta de curiosidades: Walt Disney tem o maior número de indicações ao Oscar: 64. A atriz Meryl Streep também é recordista: 16 indicações ( este ano ela pode levar o prêmio de melhor atriz pelo filme “A Dama de Ferro” ) e os filmes “Ben-Hur”, “Titanic” e “O Senhor dos Anéis: O retorno do rei” são os longas que mais ganharam “Oscars”: 11 estatuetas cada um.

A atriz mais jovem a ganhar o Oscar foi Tatum O´neal, em 1974, então com 10 anos de idade, pelo filme “Lua de Papel”.

Por mais incrível que pareça também houve empate e recusa ao prêmio. Em 1933, Wallace Berry e Fredric March dividiram o prêmio de melhor ator pelos respectivos filmes, “O Campeão” e “O Médico e o Monstro” e, em 1969, Barbra Streisand e Katherine Hepburn também dividiram o prêmio de melhor atriz pelos filmes “Funny Girl” e “Leão no Inverno”.

Os atores George C. Scoot e Marlon Brando recusaram o prêmio sendo que Brando causou polêmica ao ironizar a premiação enviando em seu lugar uma índia para informar que estava recusando o Oscar de melhor ator.
Poderia ficar páginas e páginas dissertando sobre a cerimônia do Oscar, mas na 84ª edição que acontece agora em 2012, os filmes “O Artista” e “Histórias Cruzadas” devem ter destaque.

A agradável surpresa neste Oscar para o Brasil, e com grandes chances de vitória, é a indicação da música “Real in Rio” da animação “Rio” composta por Sérgio Mendes e Carlinhos Brown que concorre na categoria “Melhor canção original”.

Em matéria de Oscar, o Brasil teve sua melhor chance em 1999, quando o filme “Central do Brasil” concorreu como melhor filme de língua estrangeira e a atriz Fernanda Montenegro foi indicada para a categoria melhor atriz ( ambos perderam, infelizmente, para o excelente “A Vida é Bela” do italiano Roberto Benigni ).

Bom, agora, amantes da sétima arte, é aguardar o dia 26 de fevereiro e fazer as apostas!!!!

{n}Érika Svícero Martins França
Jornalista – MTB – 28.063