AS DISTÂNCIAS ASTRONOMICAS

No universo, existem distâncias inimagináveis que nos separam de outros planetas e estrelas. Estamos a trilhões de quilômetros do astro estrelar mais próximos de nós depois do Sol e outros trilhões a mais de Andrômeda, a galáxia mais perto da Via- Láctea. Para o homem poder entender estas distâncias e simplificar seus estudos, elaborou um sistema de medidas métricas, típicas da astronomia, que são as “Distâncias Astronômicas”. Toda distância baseada neste contexto, tem como base a velocidade da luz como parâmetro de medição.

O sol está a 149,6 milhões de quilômetros da terra. Como a velocidade da luz é de 300 mil quilômetros por segundo, sabe-se que o raio de luz que sai do Sol, demora cerca de 8 minutos para chegar até nós. Ou seja. A luz percorre 18 milhões de quilômetros em 1 minuto e 144 milhões de quilômetros em 8 minutos. Arredondando tudo, a luz caminha 150 milhões de quilômetros do Sol até aqui. Ficou então decidido em convenções, que a distância da Terra ao Sol é de, 1 unidade astronômica (ua).  

Sendo assim, é mais fácil compreender, qual a distância que nos separam de todos os planetas que nos cercam no Sistema Solar. Saturno por exemplo está a 9,539 ua. De nós. Ou seja, 9,5 vezes mais longe, que a distância entre a Terra e Sol. Então, em termos de arredondamento, é somente multiplicar estes 150 milhões por 9.539 e teríamos a real distância de Saturno até a Terra (1,430,850,000 Km) ou aproximadamente 1 bilhão e meio de quilômetros.

Mas o universo é tão imenso, que a Unidade Astronômica, se transformou em cifra pequena e insuficiente para sabermos as distâncias estrelares e galácticas. Então, baseados na mesma teoria da velocidade da luz, os cientistas criaram outra medida de distância bastante conhecida, chamada “Ano-Luz”, ou seja, a distância que a luz percorre em 1 ano a uma velocidade constante de 300 mil quilômetros por segundo. Chegou-se a conclusão então, que 1 ano-luz, equivale a uma distância de 9,4 trilhões de quilômetros.

Imagine você, que neste Universo infinito, existem estrelas que ficam a milhões de anos-luz de distância de nós. Dá pra imaginar como estamos falando de números extremante grandes e impublicáveis.

Além do ano-luz, os cientistas criaram outra medida astronômica, chamada “Parsec”.  Esta palavra é originada do termo Paralaxe, e significa a distância aparente de uma Unidade Astronômica em 1 segundo de arco. (Paralaxe é a diferença de posição aparente vista por dois observadores em locais distintos, criando assim um ângulo, onde se possa calcular um número). 1 Parsec, equivale a 3,08 ano-luz e é geralmente a medida de distância mais usada em trabalhos científicos e medidas extragalácticas.

Com estes números em mãos, podemos ter uma ideia, de como somos insignificantes, ante ao Cosmos que vislumbramos a olho nu, numa noite qualquer. O homem às vezes quer ser tanta coisa, mas não passa de uma poeira cósmica, onde seus limites são infinitamente limitados em comparação a tudo que existe universalmente falando.