Aprendendo com as estórias…

“João era um garoto de dez anos de idade. Era divertido e estava sempre alegre.

Mas um dia chegou em casa muito triste, por algo que aconteceu na escola e que o magoou demais. Não quis almoçar, se fechou no quarto e não saiu da cama até de noite.

Até que, antes de dormir, seu pai o procurou no quarto:

– O que aconteceu filho?

O garoto respondeu, soluçando de tanto chorar:

– Um menino do colégio fez uma brincadeira que me magoou demais.

Estou muito triste, dói até o coração, pai.

O pai, então, resolveu lhe contar uma história:

– Filho, pode estar doendo agora, eu sei, mas pode ser um aprendizado pelo qual você precisa passar. Vou contar-lhe algo sobre as ostras…

Uma ostra que não foi ferida jamais produzirá pérolas. A pérola é uma ferida curada.

Pérolas para as ostras são produtos da dor, resultados da entrada de substâncias estranhas ou indesejáveis no seu interior, assim como um parasita ou um grão de areia.

A ostra possui na parte interna da concha uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia penetra ali, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola é formada. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérola.” (padredelair.blogspot.com.br)

Muitas vezes temos medo de sofrer e esta crônica vem nos ensinar que não podemos ter medo da mudança que os “males de hoje” provocam em nós…

Não podemos ter medo de usar isso tudo como adubo para sermos melhores a cada instante… Usar das “porcarias” de nosso dia a dia para ser melhor e não para justificar os males que cometemos…

É muito fácil a gente condenar o mundo por conta daquilo que temos de mal… Difícil é assumirmos que não sabemos aproveitar o mal que nos assola a ensinar que podemos aprender a ser melhores justamente com eles e por causa deles, não é mesmo?

Passemos a usar as coisas ruins de nossa vida como aprendizado e não como cruz… Não se pode apagar o que se é… Não se pode mascarar… Um dia a máscara cai… Aproveitemos para usar de tudo o que nos acontece como aprendizado…

Você pode ser uma pérola… Mas nunca esconda… Suba aos telhados da vida e saiba amar tudo que lhe acontece… Seja bom ou não tão bom… “Poderá ser a areia que faltava em seu caminhãozinho!

Com um beijo de Jesus, pelos lábios de Maria e no abraço de José em seu coração e… Vamos à luta!

Eu…

 

Pe. Delair Cuerva,fmdp