AINDA CREIO NUM MUNDO BOM…

Fico muito feliz em poder participar neste jornal esperando que realmente aconteça em Botucatu a alegria e a paz e que as pessoas saibam que são maiores que as coisas e as funções que julgam ter perpetuamente.
Quanto vejo nos jornais as coisas erradas serem alardeadas e o mal ser tão bem exposto nas mídias escritas e faladas e as coisas boas serem “engolidas” por meros prazeres de serem os mais evidenciados.
Como diz Dom Irineu Danellon (bispo de Lins): “o mal está muito bem organizado; por isso temos que organizar melhor o bem”.
Fico extasiado ao ver o mal tomar força e como nós damos “asas” a ele… Haja visto que se vê o mal ser solto e estar tão livre e o bem estar preso…
Quantas vezes nos sentiremos presos pelo mal?
Quantas vezes nos sentiremos ainda impactados ao ver a notoriedade que se dá ao mal? Ao ver como ele é tão divulgado e quanto é difícil fazer o bem?
Quantas vezes paro diante das adversidades e tantas “burocracias” que esbarramos ao querer fazer o bem… É tanta coisa que se inventa que a gente quase desanima em lutar por ele… Mas o que nos leva adiante é a certeza que não podemos parar de forma alguma por esbarrar nestes “trancos e barrancos”; já que se diz por aí que o brasileiro não cansa nunca.
Muitas são as forças deste mundo que querem nos engolir; mas, como cristãos, que amam a vida por excelência, não podemos ficar dentro dos sepulcros que a vida nos oferta e sim ir além para as ressurreições de cada dia mostrando ao mundo a verdade daquilo que cremos.
Vendo um dia na tv uma telenovela vi a esperança nos olhos de uma criança ao querer falar com Deus e até enviava um bilhete por um pombo correio e acreditava de fato que Deus receberia o bilhete pela saúde da avó de um de seus amigos… Como faz falta nos tempos “modernos” esta simplicidade da criança em saber crer e crer de uma forma simples e singela como uma criança.
O mundo precisa acordar para ver que toda solução está dentro de cada ser. E que cada um pode ser sinal e apresentador de sua própria felicidade que não pode engolir a felicidade dos outros.
Ainda me assusto com o altruísmo das pessoas, mas ainda teimo em crer no ser humano.
Em meio aos dramas e loucuras de cada ser se pode sim buscar a certeza dentro de si de que podemos ser e fazer melhor.
Em meio ? s desgraças da humanidade se pode sim crer que a graça da aventura do amar pode vencer tudo.
Em meio ? s adversidades da vida eu creio que podemos ser algo para alguém e alguém para algo a se fazer.
Escrever aqui é uma honra, mas ter você a ler é maior honra e certeza de que temos muito a fazer… Mesmo que achemos que podemos fazer pouco, mas este nosso pouco será algo diante de tantos que acham melhor cruzar os braços e nada fazer.
Sigamos avante e façamos realmente acontecer uma Botucatu nova e exemplar para muitas cidades do mundo… Um exemplo de novos e bons ares da vontade de fazer o mundo melhor.
Com um beijo de Jesus, pelos lábios de Maria e no abraço de José, o santo:

Pe. DelairCuerva