Aceite ajuda, não se afogue nos problemas

Um homem recebeu um dia um aviso de Deus, dizendo que haveria uma enchente, mas que ele ficasse tranqüilo, pois sua vida seria poupada e ele não correria perigo. Meses depois, começou de fato a chover forte e o homem logo se lembrou da mensagem de Deus, confiante, porém, de que nada lhe aconteceria.

A chuva continuou intensa por vários dias, até que veio a enchente. Os moradores começaram a abandonar suas casas e chamaram o homem para ir com eles. Mas ele se negou a ir, alegando que Deus iria salvá-lo.


As águas continuaram subindo e um grupo de pessoas foi até ele em um barco pedindo que ele entrasse na embarcação.

Mas ele novamente se recusou a ir, dizendo que Deus o salvaria. As águas continuaram subindo e um grupo de pessoas foi até ele em um barco pedindo que ele entrasse na embarcação. Mas ele novamente se recusou a ir, dizendo que Deus o salvaria. As águas continuaram a subir. Veio então um helicóptero para resgatá-lo, porém mais uma vez o homem negou-se a ser salvo. Não passou muito tempo, ele acabou morrendo afogado.

Ao chegar ao céu, indignado, foi tirar satisfação com Deus. Reclamou:

– Por que o Senhor me deixou morrer, se havia prometido me salvar?

E Deus respondeu:

– Mas bem que tentei salvá-lo! Por três vezes seguidas lhe mandei auxilio, e você recusou todos eles…

Se levarmos essa historia para a vida real, podemos refletir: quantas vezes não deixamos de perceber as ajudas que nos são oferecidas e terminamos nos afogando solitariamente em nossos próprios problemas…?