Voluntários da Festa de Sant’Ana falam do amor em trabalhar para a comunidade

festa-santana (5)A Festa de Sant’Ana chega a sua 18ª edição em 2016 com status de tradição na cidade, e com fiéis voluntários, que dos bastidores são responsáveis pelo sucesso do evento. Voluntários como o casal Milton Ribeiro Leite Júnior (55) e Ivonete Rejani Ribeiro Leite (53), que desde o ano em que passaram a frequentar a Catedral Metropolitana de Botucatu, em 2003, trabalham na “Festa da Família”. Para eles, trabalhar há tanto tempo voluntariamente é recompensador.

“A Festa de Sant’Ana é uma festa para todas as famílias. Assim, consideramos uma benção de Deus poder servir em família. Atuamos juntos na Festa de Sant’Ana e o motivo que nos leva a isso é que durante a festa podemos participar, servir, reencontrar amigos, fazer novas amizades e fortalecer as já existentes. São momentos de unidade, alegria e compromisso com a paróquia”, afirma Ivonete.

Milton, que fala sobre o apoio da família nesse período de dedicação total à festa da padroeira da cidade, comemora o resultado da arrecadação dos eventos anteriores. “Ficamos felizes em poder contribuir para que o objetivo da festa seja alcançado. Tivemos a oportunidade de vivenciar a evolução dela durante esses anos, e com os recursos da festa inúmeras benfeitorias foram feitas na Catedral, para melhor acolher a todos que festa-santana (2)participam. Nossos filhos sempre nos acompanham, participam e nos ajudam nos serviços que prestamos. A Festa de Sant’Ana também nos proporcionou crescimento na fé”, compartilha o pai de família, que auxilia nas ações em prol da Igreja.

A administradora Aline D’Luque (40) frequenta a Catedral desde 1997, e desde 2009 trabalha na Festa de Sant’Ana. A funcionária da Arquidiocese entrou para o voluntariado e se apaixonou pela função na festa.

“Comecei a me envolver com a equipe da festa e acabei me ‘apaixonando’ por toda esta dinâmica. É um momento especial que espero chegar durante todo o ano para celebrar junto à comunidade. É um momento em que posso retribuir com o trabalho voluntário um pouco daquilo que a Catedral faz por mim. Nesta festa, posso também demonstrar um pouco da imensa gratidão que tenho por esta comunidade”, diz Aline, que complementa com uma frase de Madre Teresa de Calcutá. “Além de ajudar a igreja como instituição, acredito que me aproximo mais de Deus com tal ato, já que como disse Madre Teresa, todo trabalho realizado com amor nos coloca face a face com Deus”, completa.

O Padre agradece

festa-santana (4)Ao todo, são cerca de 350 voluntários da Catedral que participarão no estafe da Festa, nos dias 28, 29, 30 e 31 de julho. O padre Emerson Anizi, pároco da Catedral, comemora o desprendimento de tantos fiéis pela causa.

“A importância dos voluntários da Festa de Sant’Ana é de grande valia para nós. São pessoas que se dedicam amorosa e gratuitamente, de todas as faixas etárias, que buscam partilhar seus dons e oferecer o melhor durante a comemoração. Todos possuem suas preocupações e seus empenhos diários com suas famílias e trabalhos, porém conseguem ir além e se colocam na disponibilidade de servir. Aqui podemos encontrar o Evangelho, onde a fé e a espiritualidade saem da palavra e entram na realidade”, expõe o pároco.

Estrutura e novidade

Maior que a do último ano, a estrutura da festa contará com uma cobertura de 3,5 mil metros quadrados, área para 20 stands de exposição, e 15 opções gastronômicas será montado em frente à Catedral, totalmente coberto, com piso de madeira e forração de carpete. A estrutura é coordenada pelo empresário e promotor de eventos Carlinhos Romagnolli. Ele revela uma surpresa para a Festa de Sant’Ana 2016.

festa-santana (6)“A estrutura deste ano será ainda maior pois teremos uma área 100% coberta de exposições, a Expo Botu, em que temos confirmadas as participações da Renault, Proeste Chevrolet, Jeep Way, Thai Toyota, Colégio Vitória, MRV Engenharia, entre outras empresas. O espaço terá shows compatíveis a uma festa religiosa, segurança e principalmente uma estrutura que nos proporciona receber com qualidade e conforto a população de Botucatu. Este modelo dará um retorno financeiro maior a paroquia, que poderá empenhar ainda mais em seus projetos”, revela Romagnolli.

Além dos lanches, pasteis, espetinhos, pizzas e comida japonesa já tradicionais na festa, os restaurantes Cachaçaria Água Doce e Sinha Sinhô oferecerão alguns pratos especiais aos visitantes.

Os demais patrocinadores da festa são o Supermercado Jaú Serve, Concreto Imóveis, Lago San-Honda e MRV Engenharia.
(Assessoria de Imprensa – 4 Toques)