Vigilância alerta sobre morcegos na área urbana

Dados registrados pela secretaria de Comunicação, revelam que durante o ano de 2010, a Vigilância Ambiental em Saúde (VAS), vinculada ? Secretaria Municipal de Saúde, recebeu cerca de 340 notificações referentes a morcegos encontrados em edificações da área urbana de Botucatu.

Nesta época do ano, até o final de fevereiro (verão), há um aumento na incidência de morcegos caídos na área urbana do Município, período de maior oferta de alimento e de reprodução, cujos filhotes aprendem a voar e saem dos abrigos, momento em que podem ocorrer as quedas.

Por este motivo, a VAS faz algumas recomendações ? queles que encontrarem morcegos em suas casas. Se algum estiver voando dentro da casa, as luzes devem ser apagadas e todas as janelas, abertas. Ele encontrará a saída sozinho. Caso o morcego seja achado no chão, cubra-o com um balde ou uma caixa de papelão e nunca toque no morcego. Ele pode estar doente, e sua mordida pode transmitir a raiva.

“O importante é não matar os morcegos ou tentar capturá-los. Embora não ataquem as pessoas, eles podem morder para tentar se defender. As espécies mais encontradas são aquelas que não conseguem levantar voo direto do chão”, esclarece Valdinei Moraes Campanucci da Silva, supervisor de serviços de saúde ambiental e animal da VAS.

Os morcegos são os únicos mamíferos que podem voar e têm hábitos noturnos. São animais silvestres protegidos por lei. Por isso, a caça ou destruição destes animais são consideradas crimes ambientais. Na área urbana podem ser encontrados morcegos que se alimentam de insetos, frutas, néctar e pólen de flores.

“Eles desempenham um papel importante na natureza, podendo ser responsáveis pela dispersão de sementes, polinização de flores e controle da população de insetos. Os morcegos insetívoros, por exemplo, ingerem até 200 insetos por noite”, informa o supervisor da VAS.

Caso o mamífero esteja caído, a pessoa deve ligar para a Vigilância Ambiental no telefone 150 ou 3813-2555. Uma equipe irá até o local coletá-lo da forma adequada, fazer uma avaliação da situação e tirar todas as dúvidas da população. Aos finais de semana, o contato deve ser feito com a Guarda Civil Municipal (GCM) através do telefone 199.