Viaduto do Jardim Cristina ficará para o ano que vem

A despeito dos esforços do deputado federal Milton Casquel Monti (PR) e do prefeito João Cury Neto, a crise financeira do Governo Federal deixa a construção do viaduto para ligar as regiões Norte e Leste (Jardim Cristina ao Jardim Paraíso) cada vez mais distante de Botucatu.

Esta semana o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, adiantou que o ajuste fiscal reduziu, drasticamente, investimentos para obras de emendas de deputados este ano e que a situação econômica terá reflexo positivo na economia somente no segundo semestre do ano  que vem.

Em entrevista já dada ao Acontece o deputado que fez a emenda orçamentária para conseguir a verba salientou que trabalha para viabilizar esse projeto desde 2009 que a obra orçada em, aproximadamente, R$ 20 milhões. Salientou que todas as tratativas foram feitas e sua expectativa era ver a construção iniciada ainda no primeiro semestre de 2014, o que não aconteceu. Com o ajuste fiscal, é possível garantir que a verba seja disponibilizada.

“O corte no orçamento comprometeu não só essa obra em Botucatu como também outras no Brasil. Já sabíamos que não seria fácil, mas não jogamos a toalha e vamos continuar batalhando para conquistar essa obra que é uma reivindicação antiga do município e de extrema necessidade para unir dois setores importantes da Cidade, contribuir pelo desenvolvimento daquela região e melhorar a mobilidade urbana e o sistema viário”, elencou o deputado. “Assumi o compromisso de que traria essa obra para Botucatu e não vou desistir”, complementou.

O projeto prevê a construção de um viaduto de 140 metros de extensão para ligar os bairros como Vila Maria, Vila Ema, Jardim Cristina entre outros bairros adjacentes ao Jardim Paraíso, transpondo a linha férrea (antiga Ferroban) e o ribeirão Lavapés, que cortam aquela região da cidade.