Trecho da Amando será interditado para construção de galerias

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Obras, dará continuidade ? construção de galerias de águas pluviais na Rua Conselheiro Rodrigues Alves, na região Central da Cidade. O investimento total na obra é de R$ 122.279,92. O serviço está a cargo da Meneguin Construtora e Terraplenagem, vencedora do processo licitatório. A previsão da empresa é terminar os trabalhos até a primeira quinzena de dezembro, caso não haja intercorrências com as chuvas.

Neste domingo (20), um trecho da Rua Amando de Barros, entre as ruas Carlos de Campos e Conselheiro Rodrigues Alves será interditado para a escavação e colocação das tubulações que têm 1.000 mm e 60 mm de diâmetro. Assim, a estrutura poderá suportar e oferecer maior vazão ? água das chuvas que serão direcionadas ao Ribeirão Lavapés. O mesmo acontecerá posteriormente no cruzamento com a Rua João Passos.

Na manhã desta sexta-feira (18), uma reunião entre representantes da Guarda Civil Municipal (GCM) e secretarias de Obras, Governo, Transporte e Comunicação definiu os detalhes finais para que a execução das obras cause o menor impacto possível ao trânsito e aos moradores do local.

“Em entendimentos com a empresa que executa a obra conseguimos agendá-la para o domingo justamente para causar o menor transtorno possível. Essa preocupação se justifica porque a Amando é o principal corredor comercial da cidade”, informa o secretário municipal de Obras, Nivaldo Vizotto.

A interdição da Rua Amando acontecerá a partir do cruzamento com a Rua Carlos de Campos. A opção para quem pretende descer sentido Cohab-Centro é utilizar a Rua Curuzu. Ficou definido que a distância de 200 metros já haverá sinalização indicando obras no local. A previsão é que o trecho permaneça interditado no período das 8 ? s 15 horas.

“Depois faremos a complementação do serviço com a construção de duas caixas de passagem no cruzamento da Amando com a Conselheiro Rodrigues Alves. Tentaremos fazer isso ainda no domingo, mas se não for possível executaremos na segunda-feira. De qualquer maneira não haverá interferência no trânsito”, informa Vizotto.

A Secretaria Municipal de Obras já trabalha com duas equipes para fazer a reconstrução das calçadas no primeiro trecho que foi afetado pelas obras, entre a Rua Curuzu e o Ribeirão Lavapés. “Não faremos remendo. Será refeita a calçada inteira. Depois haverá a construção de guias e sarjetas preparando para o asfalto. Quando terminarmos essa primeira etapa subiremos para o trecho entre a Curuzu e a Amando. E assim por diante”, adianta Vizotto.

{n}Ponte {/n}

A implantação do novo sistema de galerias na Rua Conselheiro Rodrigues Alves é uma obra necessária que precede a construção de uma ponte que a Prefeitura pretende executar no local. O projeto está orçado em pouco mais de R$ 500 mil e permitirá a ligação entres o bairro do Lavapés, a Vila Cidade Jardim e bairros da região Sul. Antes de ser aberta licitação para construção da ponte, a Secretaria Municipal de Planejamento define os detalhes finais do projeto executivo.

Fotos: Valéria Cuter