Técnicos avaliam inclinação de torre da Catedral

Fotos: Valéria Cuter

 

Entre as muitas ocorrências atendidas pela Defesa Civil do Município na noite do último domingo, quando um vendaval assolou a cidade, o que está chamando a atenção é inclinação da cruz de uma das torres da Catedral Metropolitana, que está a cerca de 50 metros de altura.

A pedido do padre Emerson Anizi a equipe técnica de uma empresa especializada está realizando uma avaliação para que seja detectada a maneira mais eficaz de sanar o problema e se existe a possibilidade de a cruz cair. Até que os resultados sejam conhecidos o Corpo de Bombeiros e a Guarda Civil Municipal (GCM) optaram em isolar o local que é usado como estacionamento público.

Anizi  que acompanha  todo o trabalho  realça que  um estudo detalhado vem sendo  feito para  avaliar ver se será possível fazer o reparo sem tirar a cruz (que é ferro) de sua estrutura e tem de três metros de altura. Uma queda poderia provocar um acidente. A Catedral de Botucatu foi inaugurada em 1943  e é considerada um dos principais pontos  turísticos urbanos do Município.