Seletiva de emprego tem 1070 inscritos para 22 vagas

O processo de seleção e recrutamento de pessoas interessadas em trabalhar no Banco de Alimentos, em fase final de construção na Vila Ema e na unidade do Restaurante Bom Prato, que funcionará no campus da Unesp em Rubião Júnior, mostra que o índice de desemprego na cidade é acentuado.

Foram 1070 pessoas inscritas para o preenchimento de 22 vagas, sem necessidade de concurso público e o atendimento foi realizado das 8 às 17 horas, na sede da ACE/CDL, pelo Instituto J. Augusto, de Ribeirão Preto,  que ficará responsável pela gestão dos dois novos equipamentos públicos. 

Para o Bom Prato foram disponibilizadas 17 vagas: cozinheiro (2), ajudante de cozinha masculino (8), ajudante de cozinha feminino (4), estoquista, nutricionista e caixa. Para o Banco de Alimentos cinco vagas: nutricionista, motorista, auxiliar de serviços gerais (2) e auxiliar administrativo. Além do salário mensal, os contratados terão direito a vale transporte e cesta básica. 

Segundo a presidente do Instituto, Regina Augusto, grande parte dos currículos superavam os perfis das vagas disponibilizadas. “A procura das vagas foi grande não somente por pessoas de Botucatu, mas também de várias cidades como São Manuel, Itatinga, Porangaba, Mauá, Limeira e São Bernardo do Campo. A maior parte dos interessados foram mulheres e também pessoas que estão desempregadas a partir deste ano”, salienta.

Ainda de acordo com Regina, todas as pessoas que passaram pela seletiva terão um retorno até dia 23 deste mês se foram aprovados ou não. Na sequência, os selecionados passarão por testes. “Nossa expetativa é iniciar as atividades do Banco de Alimentos em outubro e em novembro do Banco de Alimentos”, informa.