Secretário anuncia verba de R$ 4 milhões para Parque Tecnológico

Em visita feita a Botucatu nesta sexta-feira (19), o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa anunciou a liberação de recursos da ordem de R$ 4 milhões para o Parque Tecnológico Botucatu.

O anúncio aconteceu no auditório da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, durante o primeiro encontro do Programa Acelera SP, co prefeitos de diferentes cidades da região. Na ocasião o secretário anunciou também o início dos estudos para a criação de uma Agência de Desenvolvimento Regional.

A solenidade teve a participação do professor Edivaldo Domingues Velini, diretor da FCA, do prefeito municipal João Cury Neto, do vereador Curumim, presidente da Câmara Municipal de Botucatu e do vice-prefeito do município Antonio Luiz Caldas Júnior.

Na abertura da solenidade, o professor Velini ressaltou a participação da Unesp na concepção do Parque Tecnológico Botucatu. “A Unesp tem vocação para a ciência e para a integração com o setor produtivo. Conseguimos aprofundar essa vocação com a criação da Prospecta Incubadora Tecnológica de Botucatu, que já foi concebida com a missão de funcionar como um pilar para a constituição de um Parque Tecnológico Botucatu”.

O professor lembrou o empenho de toda equipe envolvida na constituição do Parque e a parceria com o poder público. “Foi um trabalho exaustivo, mas realizado num tempo relativamente curto. Sempre tivemos o apoio incondicional da Secretaria e do poder público. Isso foi fundamental para que alcançássemos o estágio em que chegamos hoje”.

Por fim, Velini falou sobre a possibilidade do Parque Tecnológico Botucatu estabelecer um paradigma nas relações entre universidade, iniciativa privada e poder público. “A Unesp é uma universidade jovem com grande competência para o ensino, pesquisa e uma vocação enorme de instituição extensionista e articuladora do desenvolvimento regional, em função de sua presença em vários municípios paulistas. Essa vocação precisa ser exercitada e provavelmente o modelo de integração com a sociedade e o setor produtivo que estamos estabelecendo aqui servirá de modelo para várias outras universidades do Brasil”.

O prefeito municipal João Cury Neto também ressaltou o envolvimento da Unesp no projeto. “A Universidade sempre cedeu muitos bons quadros para a administração, mas agora ela trabalha conosco na execução de políticas públicas e de programas para o desenvolvimento da região. Estamos conseguindo aproveitar a competência dos recursos humanos da Universidade”.

Após a assinatura do protocolo de intenções para a liberação dos recursos para o Parque Tecnológico e do protocolo de intenções do programa de Fomento para o Plano Regional de Desenvolvimento Turístico, na ordem de R$ 294 mil, o secretário Paulo Alexandre Barbosa falou sobre a importância do Parque Tecnológico para a região de Botucatu e para o Estado de São Paulo.

“Para que a economia continue a crescer e que a indústria possa manter sua competitividade precisamos investir em inovação. Os parques tecnológicos tem exatamente esse objetivo, unir atores que são essenciais para o desenvolvimento regional como o poder público local, a iniciativa privada e as universidades. Essa região tem uma grande vantagem por ter a Unesp, que é uma referência para todo o Brasil, integra o Parque Tecnológico e pode oferecer uma grande contribuição nesse processo”.

Segundo o secretário, o Sistema Paulista de Parques Tecnológicos reúne 30 iniciativas, das quais 19 estão pré-credenciadas. “Botucatu é uma das iniciativas que estão no estágio mais avançado. Em breve veremos aqui a inovação ser transformada em riqueza, gerando renda e emprego para toda a região”.

Ao falar sobre o estreitamento das relações do Estado com os municípios o secretário anunciou a autorização dos estudos para a criação de uma Agência de Desenvolvimento Regional. “Queremos fortalecer nossa relação com os municípios. Para isso precisamos analisar suas potencialidades e necessidades, através de um órgão que possa fazer essa função com apoio e recursos do governo do Estado de São Paulo”.

Antes de encerrar sua visita a Botucatu, o secretário de Estado acompanhado pelo prefeito João Cury e outras autoridades municipais, fizeram uma visita ao Parque Tecnológico de Botucatu, que fica ? s margens da Rodovia Gastão Dal Farra.

Fonte: Sérgio Santa Rosa
Fotos: Aline Grego
Assessoria de Imprensa
Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp – câmpus de Botucatu/SP
Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais – Fepaf