Secretaria de Transito lança projeto “Faixa Segura”

Fotos: Quico Cuter / Marcos Magnoni

A Secretaria Municipal de Transporte (Semutran) realizou na manhã desta sexta-feira (15), na Sala Teleconferência da Secretaria de Educação, o lançamento do projeto “Faixa Segura”. Estiveram presentes na solenidade o prefeito João Cury Neto; a diretora da 5ª Ciretran, delegada Rose Ribeiro Dias;o secretário de Segurança Pública, delegado Adjair de Campos, o comandante interino do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I), major Marcelo Oliveira, entre outras autoridades ligadas a educação, segurança e trânsito da Cidade.

O projeto objetiva respeitar o artigo 70 do Código de Trânsito Brasileiro que estabelece a preferência do pedestre numa faixa de travessia onde não há semáforos. A medida é uma ação que visa a mudança de hábitos a partir da conscientização dos munícipes.

A ação é simples: para pedir a travessia em faixa sem semáforo, o pedestre deverá, ainda na calçada, estender o braço com a palma da mão virada para os automóveis. A travessia só deverá ser feita quando os carros pararem.
Os motoristas, ao visualizarem pedestres nas proximidades da faixa, devem agir como se o semáforo estivesse no sinal amarelo e acompanhar a movimentação dos outros veículos pelo retrovisor.

“A Semutran participa desde 2010 da “Década pela segurança no trânsito” que consiste na redução, em 50%, o número de vítimas fatais no trânsito”, colocou o secretário de Transporte, Vicente Ferraudo. “Com esta meta, muitas atividades estão sendo desenvolvidas em Botucatu para atingir este objetivo e o lançamento deste projeto é uma delas”. acrescentou.

A Escola Municipal Angelino de Oliveira será a unidade escolar piloto deste projeto o qual será iniciado na próxima segunda-feira (18) com atividades nas saídas dos alunos. A diretora, Edilene Henrique Fernandes, ressalta que, depois deste período experimental, os alunos continuarão sendo auxiliados por funcionários para realizarem a travessia na faixa de pedestre próximo ? unidade escolar.

“Os estudantes irão realizar as travessias na faixa de pedestres acompanhados de Guardas Municipais, funcionários da Semutran e voluntários do Centro de Lazer Nova Aurora nos horários das 11 horas e meio-dia e das 16h30 ? s 17h30, no período de 18 a 22 de junho”, explicou Edilene Fernandes.

Segundo Vicente Ferraudo, após esta semana de experimentação, a intenção é que o programa seja transferido para todas as escolas da rede municipal, pública e privada. Ele acredita que, para o sucesso deste projeto, é fundamental o apoio da sociedade e a conscientização dos pedestres e motoristas. “Sem a participação efetiva da população, como um todo, o projeto não irá prosperar”, frisou o secretário, enumerando algumas recomendações aos motoristas e pedestres.

{n}Recomendações aos motoristas{/n}

• Ao aproximar-se da faixa segura, redobre a sua atenção.
• Visualizando um pedestre que esteja solicitando a travessia na faixa segura, aja como se estivesse se aproximando de um semáforo amarelo.
• Sempre que for conceder a prioridade de travessia ao pedestre, avalie as condições de segurança em seu entorno (principalmente motociclistas).
• Percebendo que os outros motoristas do entorno não visualizaram a sinalização do pedestre, acene com a palma da mão para que ele não inicie a travessia.
• Quando conceder a passagem ao pedestre na faixa segura monitore pelos espelhos retrovisores a movimentação dos outros veículos, intervindo com sinais de mão caso ache necessário.
• Aguarde o término da travessia dos pedestres pela faixa segura para sair com o seu veículo.

{n} Recomendações aos pedestres{/n}

• Procure a faixa segura mais próxima.
• Aguarde junto ao meio fio da faixa segura.
• Em vias com grande movimento, aguarde a aproximação de outras pessoas para em conjunto realizar a travessia.
• Sinalize estendendo o braço, solicitando a sua prioridade de travessia.
• Mantenha contato visual com os motoristas que se aproximam da faixa segura, assegurando que os mesmos estão mantendo contato visual também.
• A travessia deve ser iniciada apenas quando os primeiros veículos estiverem parados e mantenha contato visual para verificar a existência de motos.
• Em vias de mão dupla redobre a atenção.
• Caso a via seja dotada de canteiro central, os procedimentos para travessia da segunda transposição deverão ser repetidos.
• Na dúvida, não dê o primeiro passo. Aguarde até ter certeza que sua travessia será em segurança.