Secretaria de Segurança busca implantar regional de Defesa Civil

O secretário de Segurança Pública de Botucatu, delegado Adjair de Campos, acompanhado do coordenador de Defesa Civil, Domingos Chavari Neto, esteve na Cidade de Itatinga para traçar diretrizes objetivando a criação da Regional de Defesa Civil (Redec). As autoridades botucatuenses foram recebidas pelo prefeito municipal Ailton Farias e pelo diretor industrial municipal, Roberto Carlos Paixão.

A idéia de se implantar uma unidade da Redec foi idealizada na ocasião da visita que o secretário chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Defesa Civil de São Paulo, coronel Admir Gervásio Moreira, fez a Botucatu, no mês passado. Ele foi recepcionado no auditório do salão azul da Secretaria Municipal de Educação por várias autoridades de Botucatu e cidades da região.

De acordo com o delegado Adjair de Campos para que a Redec seja instalada é necessária a adesão de, pelo menos, cinco municípios da região. O primeiro prefeito a ser contatado foi Ailton farias que já se engajou no projeto. Outras visitas estarão sendo feitas.

“A instalação da Redec tem como objetivo apoiar os municípios na disseminação da filosofia de prevenção, principalmente; na criação e manutenção da estrutura para atendimento ? s situações emergenciais; bem como nos cuidados com o bem-estar da comunidade”, frisou Adjair de Campos. “O projeto visa incentivar a participação da comunidade, nas situações em áreas de risco e contribuir para a divulgação do tema Defesa Civil, na sociedade”, acrescentou o Secretário de Segurança.

O coordenador de Defesa Civil enfoca que é importante a regional da Redec para que os municípios circunvizinhos possam trocar experiências e se ajudarem, mutuamente, sempre que houver uma situação de catástrofe natural. “O projeto vai contar com instruções e palestras sobre temas variados, como noções de primeiros socorros, emergência com produtos perigosos, administração de abrigos e outros”, diz Chavari. “É com eventos deste tipo que os municípios se preparam, continuamente, para enfrentar possíveis dificuldades”, acrescentou.