Rotatória será construída no início da Castelinho

A Prefeitura de Botucatu estará executando uma intervenção na principal entrada da Cidade, na confluência entre a Rodovia João Hipólito Martins (Castelinho) e a Avenida Pedretti Neto. Além de oferecer mais segurança e conforto aos motoristas e pedestres que circulam pela região. A proposta contempla a construção de uma grande rotatória nas proximidades do recinto JVC que disciplinará o trânsito e o acesso para bairros em expansão como a Vila Assumpção, Cecap e Vila São Benedito.

A obra permitirá o alargamento da Rua Emílio Cani modernizando o acesso a equipamentos importantes como a Incubadora de Empresas, a UNIT (Universidade do Trabalhador) e o futuro Hospital da Unimed. O novo dispositivo de segurança também permitirá acesso mais rápido e seguro ao Pronto Socorro Municipal, na Rua Joaquim Lyra Brandão.

Além da rotatória, o projeto prevê a construção do chamado “Memorial Oswaldo Bratke”, que inclui a confecção de um pórtico com estrutura metálica em aço, além de chafariz e espelho d´água. O projeto, de autoria de Carlos Bratke (filho de Oswaldo) foi doado à Prefeitura. “Vamos aliar, em uma só obra, a reconfiguração da entrada da cidade e uma justa homenagem a um dos principais nomes da arquitetura paulista, nascido em Botucatu”, comenta o secretário municipal de Governo, Caco Colenci.

A execução da obra foi viabilizada com recursos obtidos junto a três deputados federais – Otoniel Lima (PRB), Mara Gabrilli (PSDB) e Eli Correa Filho (DEM) – no valor total de R$ 883.800,00. O processo licitatório já foi aberto pela Prefeitura para contratação da empresa responsável pela implantação da rotatória e do pórtico. A abertura dos envelopes com a documentação dos interessados em participar do certame está marcada para o dia 8 de maio, às 14 horas. O prazo para conclusão dos serviços é de 120 dias a partir da assinatura do contrato.