Região Sul da Cidade aponta suas prioridades ao OP

O ciclo de assembleias intermediárias do Orçamento Participativo (OP) 2012/2013 em Botucatu teve início na segunda-feira (5), na região Sul. Foram três encontros com a população, em locais diferentes, para o levantamento das obras prioritárias a serem executadas pelo Poder Público Municipal.

O setor 14, que compreende bairros como Vila Cidade Jardim, Cohab 5 e 6, e os Comerciários apontou como primeira necessidade a construção de uma creche. No setor 15, dos bairros Convívio, Jardim Palos Verdes e Cohab 1, a prioridade é o asfalto/galeria. E no setor 16, que envolve a população do Jardim Aeroporto, Parque 24 de Maio, Santa Maria, entre outros, o principal pedido foi a viabilização de praças.

De acordo com Paulo Sérgio Alves, coordenador do OP, as primeiras assembleias reuniram de 20 a 30 pessoas, por setor. “Reforçamos que essa é a oportunidade mais democrática que a população botucatuense tem para apresentar e discutir os principais problemas e necessidades de seu bairro e região”, destaca.

Depois de levantar as cinco prioridades de cada setor através das Assembleias Intermediárias que se estenderão até o dia 13 de novembro, o OP de Botucatu promoverá o ciclo de Assembleias Deliberativas. Nestes encontros abertos, os moradores conhecerão as necessidades que foram levantadas em todos os setores para votação das cinco prioridades da sua região. O objetivo é entregar o plano de investimentos ? Câmara Municipal ainda este ano para que as obras apontadas pela população sejam realizadas em 2013.

O calendário do OP 2012/2013 sofreu algumas alterações em relação ? s datas e locais divulgados na semana passada. Na região Norte, a Assembleia Intermediária dos setores 6, 7 e 8, que anteriormente estava marcada para o dia 6 será realizada nesta quarta-feira (7), na Escola Sartori do Jardim Eldorado. Ainda na região Norte, a reunião para o levantamento das demandas do setor 22 foi reagenda para a próxima terça-feira (13) no salão de festa do Distrito de Vitoriana, e a do setor 23 para este sábado (10) no salão de festa da Mina.

Na região Oeste, a Assembleia Intermediária do setor 17 marcada para esta quinta-feira (8) teve transferência de local. Por conta de reformas na escola Francisco Guedelha, no Parque Marajoara, o encontro com a população será feito na creche do bairro.

Já as regiões Leste e Central tiveram suas Assembleias Deliberativas adiadas. A que aconteceria no dia 2 de dezembro, na Escola Paulo Guimarães, do Jardim Brasil, será realizada no dia seguinte (3), enquanto que a agendada para o dia 4 do mesmo mês, na Secretaria Municipal de Educação, ficou para o dia 5.

{n}Sobre o OP {/n}

Em Botucatu, o Orçamento Participativo consiste em um trabalho de debate e deliberação de investimentos do orçamento público municipal com a comunidade. Ele foi retomado em 2011 pela atual Administração Municipal depois de ter concluído todas as demandas represadas desde 2003.

A finalidade dele é ampliar a participação popular e tornar mais democrático o processo de decisão sobre os investimentos a serem realizados em Botucatu. No ano passado, em 56 reuniões do OP, foi registrada a participação de mais de duas mil pessoas de todas as regiões da Cidade.

Em setembro de 2011 o Conselho Municipal do Orçamento Participativo entregou o Plano de Investimentos inserido na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2012. No total foram reservados R$ 5,7 milhões pela Prefeitura, valor recorde na história do Município, além de R$ 3,3 milhões destinados a obras de esgoto e água demandadas ? Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Todas as obras priorizadas pelo OP em 2011 estão em execução ou em elaboração de projeto executivo. Elas compreendem serviços de pavimentações asfálticas, saneamento básico, construção de praças e galerias para águas pluviais, ampliação de creche e conservação de estradas rurais.