Região central de Botucatu sofre apagão de 6 horas; outras regiões também foram afetadas

 

Foto enviada pelo leitor: Rua Dr. José Dal Farra com luzes da Dom Lúcio ao fundo
Foto enviada pelo leitor: Rua Dr. José Dal Farra com luzes da Dom Lúcio ao fundo

Luzes desligadas, portões eletrônicos inoperantes, aparelhos sem funcionamento, chuveiros elétricos com água gelada e ruas totalmente escuras. Alguns dos problemas enfrentados por moradores dos bairros Vila dos Médicos, Jardim Carolina, Jardim Bom Pastor e Vila São Lúcio, em uma região localizada entre as avenidas Dom Lúcio e Vital Brasil.

Houve relatos de queda na energia também em outros pontos da cidade, como Parque 24 de Maio, Jardim Aeroporto, Sesi, Palos Verdes, Cohab I, entre outros. Segundo alguns leitores, na Cohab I o problema teve início ainda no domingo, 12.

A energia acabou ainda durante a madrugada desta segunda, 13, por volta das 2h00, retornando apenas perto das 8h00. Andar pelas ruas dessa região foi uma aventura por conta da completa escuridão.

“Foi difícil levantar e não encontrar nada ligado, apenas com a lanterna do celular que já estava quase sem bateria. O portão teve que ser colocado no manual para sair com o carro”, disse Ana Duarte em mensagem enviada ao Acontece Botucatu.

Na manhã mais fria do ano onde os termômetros indicavam menos de 2 graus, tomar banho em um chuveiro elétrico sem energia seria uma missão quase impossível. “Fui trabalhar sem tomar banho. Era perigoso entrar no chuveiro gelado e pegar uma gripe”, disse João Paulo Silva.

Rua Dr. José Adriano Marrey Júnior na Vila dos Médicos: Apagão durou 6 horas
Rua Dr. José Adriano Marrey Júnior na Vila dos Médicos: Apagão durou 6 horas

Ainda não se sabe o motivo do apagão e nenhum aviso foi enviado com antecedência. Uma academia na Vila dos Médicos, que abre às 5h00, ficou de portões fechados de início devido ao incidente.

“Frequentemente tem acabado a energia na região e muitas vezes nem vem aviso. Prejudica muito, tanto que hoje a família toda atrasou para ir trabalhar, com portão eletrônico e tudo mais sem funcionar”, disse o Publicitário Cézar Caram.

Até às 12h00 a CPFL, que atende apenas via Campinas, não havia respondido a solicitação feita pela reportagem do Acontece Botucatu. Também foi feito o contato com o representante da Companhia em Botucatu, que preferiu esperar um parecer da área técnica.

Quando o relógio apontou 11 horas, nova queda foi registrada e de novo sem aviso aos moradores. Desta vez o corte durou apenas 5 minutos.