Reformas mostram um novo perfil da Praça da Catedral

Fotos: Valéria Cuter

A reforma da Praça Dom Luiz Maria de Santana, no Centro de Botucatu, no entorno da Catedral Metropolitana, um dos principais cartões postais da Cidade, está em fase de conclusão para ser entregue ? comunidade. A inauguração está prevista para acontecer na manhã do próximo domingo (24).

Obra foi viabilizada junto ao Governo Federal através de gestões feitas pelo deputado federal Milton Casquel Monti, com investimento de R$ 666.679,70 e executada empresa botucatuense Negrão & Negrão Construtora Ltda., vencedora do processo público licitatório.

Foram feitos diversos trabalhos em jardinagem e paisagismo. Isso incluiu o plantio de dezenas de mudas de agapantos, flores de leopardo, lírios do vento, entre outras espécies de plantas. Também muda o cenário da Praça a iluminação com a instalação de 49 postes com duas lâmpadas de 85 watts cada e mais de 90 holofotes fixados ao redor do santuário e voltados em direção ? s árvores que foram mantidas.

Os trabalhos incluíram, ainda, a construção de um novo piso e rampas para facilitar a acessibilidade de pessoas com deficiência e idosos, além da instalação de 39 bancos de madeira e 33 lixeiras. Uma estátua de Sant’Anna será colocada esta semana no lado direito da Catedral, onde havia uma fonte. Todo entorno da praça está adaptado com grades de segurança para evitar atos de vandalismo e depredação nas paredes externas da igreja.

{n}Catedral de Sant’Anna{/n}

A Catedral Metropolitana de Sant’Anna é o terceiro templo dedicado ? padroeira de Botucatu. A pedra fundamental da construção do atual templo foi lançada em 8 de dezembro de 1927, mas sua inauguração é datada de 8 de dezembro de 1943, apesar de não concluída totalmente.

Ela é a principal edificação do chamado centro histórico de Botucatu. O projeto tem a assinatura de Cav. J. Sachetti e se assemelha muito a catedral da Sé de São Paulo, que também leva a assinatura do mesmo engenheiro. Mais informações sobre a história da Catedral Metropolitana de Sant’Anna pelo site www.catedraldebotucatu.org.br.