Radar móvel volta a operar na Cidade

Radar - foto ArquivoA Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Botucatu (Semutran) informa que a partir de segunda-feira (1º de agosto) o serviço de fiscalização eletrônica móvel de veículos voltará a operar na Cidade. Ele estava suspenso desde maio passado devido ao vencimento de contrato. Assim foi preciso ser aberto novo processo licitatório para a prestação do serviço, que será executado pela empresa Laser Tech.

As vias que farão parte da programação do radar móvel são as seguintes: Avenida Roberto Sidney Bueno, Avenida Vital Brazil, Rua Capitão José Paes de Almeida e Avenida Camilo Mazoni. Em todas elas, a velocidade máxima permitida é de 50 km/h. De acordo com a Semutran, em breve outras ruas deverão ser incluídas dentro da programação do radar.

Com base na Resolução Nº 396, de 13 de dezembro de 2011, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), não é obrigado a instalação de placas de aviso correspondente a radares móveis e fixos em vias urbanas e rodovias. Basta apenas que a rua ou avenida esteja sinalizada com a velocidade máxima permitida.

“Toda pessoa que passa pela autoescola e obtém a carteira de habilitação sabe dos direitos e deveres dentro do trânsito. Quando ultrapassa a velocidade permitida, estabelecida em uma determinada via, ela sabe que está cometendo uma infração. Mas infelizmente a maioria não leva em conta as consequências do excesso de velocidade. O radar tem a missão de disciplinar esses motoristas com o objetivo de preservar a vida e isso conseguimos quando limitamos a velocidade para que acidentes sejam evitados ou pelo menos seja minimizada a gravidade deles”, argumenta o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Rodrigo Fumis.

Serviço:
Secretaria de Mobilidade Urbana
Rua Amando de Barros, 2741 – Lavapés
Tel.: 3882-9888 / 156 (gratuito)
Site: http://semutran.botucatu.sp.gov.br/
Facebook: www.facebook.com/SemutranBotucatu