Propositura busca benefícios aos coletores de lixo

Melhores condições de trabalho para coletores de lixo da cidade.  È esse o tema de um requerimento elaborado pelo vereador Lelo Pagani (PT), que teve aprovação dos  demais legisladores da Câmara Municipal de Botucatu.

O documento, encaminhado ao prefeito João Cury Neto, propõe que a concessionária responsável pela coleta de lixo onde trabalhadores chegam a correr 70 quilômetros num trecho diário, aumente o número de caminhões e contrate mais coletores, bem como, inicie a coleta mecanizada em alguns pontos da cidade.

A proposta apresentada por Pagani pede uma nova análise da situação vivida pelos coletores. “É necessário que se repense as condições de trabalho dos coletores, que correm longos trechos, de dezenas de quilômetros, para acompanhar o ritmo do caminhão. Uma forma extenuante de trabalho, que acarreta em diversos acidentes relacionados a fadiga e a exaustão”, explica o vereador.

Agora o legislador espera encontrar uma solução para esse problema. “Se dessa forma de trabalhar, a gente tem a consciência de que os coletores correm riscos diariamente, expostos de maneira constante a atropelamentos ou quedas que podem acarretar em acidentes até mais graves e sei que isso já aconteceu. Então,  nossa luta agora é para mudarmos essa situação, garantindo mais dignidade a esses tão voluntariosos funcionários”, concluiu Pagani.