Prefeitura e sindicato negociam reajuste dos servidores

O prefeito João Cury Neto, ao lado do secretário de Governo, Luiz Augusto Felippe, o Tutão, recebeu na tarde desta quarta-feira (4), o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, José Manoel (Mané) Leme, para iniciar as negociações que definirão o reajuste de salários dos servidores municipais para o período compreendido entre abril de 2001 a abril de 2012.

O sindicalista colocou que a inflação acumulada de maio de 2010 a 2011 foi de 6,14% e deverá aumentar um pouco quando for divulgado a (inflação) do mês de abril e chegar próxima dos 7%. “Nós pleiteamos um aumento de 8% e um reajuste no vale compra de R$ 300,00 para R$ 400,00”, conta.

O prefeito recebeu a proposta do sindicato e agora irá se reunir com o secretário da Fazenda Nilso Hermínio Rodrigues da Silva para avaliar a situação orçamentária e se é possível atender as reivindicações do representante do sindicato. Caso a Fazenda entender que não seja possível atender o que foi pedido, sem comprometer o orçamento previsto para o ano, a prefeitura deverá fazer uma contraproposta.
A conversa foi amistosa e tudo caminha para que o acordo seja selado sem que haja necessidade de conflitos, como no ano passado, quando as partes não chegaram a um consenso. Na ocasião Cury alegou que havia buscado todas as alternativas para oferecer reajuste maior sem comprometer o pagamento de serviços essenciais (coleta de lixo, iluminação pública e recape e pavimentação asfáltica, etc.) e investimentos prioritários para o Município.

Em razão disso o prefeito, encaminhou um decreto ? Câmara Municipal determinando o reajuste em 6%, tomando como base o índice inflacionário de 5,49% apurado no período maio/2009 a abril/2010. Com isso, o sindicato decretou a greve, mas não teve a adesão esperada e o movimento foi encerrado dois dias depois.

Fonte: Secretaria de Comunicação