Prefeitura de Botucatu abre licitação para reforma completa da Praça Isabel Arruda

Está aberto na Copel (Comissão Permanente de Licitações) da Prefeitura de Botucatu o processo licitatório destinado à contratação de empresa para execução dos serviços de reforma e revitalização da Praça Isabel Arruda, na região central da Cidade. O valor orçado pela administração para viabilizar o investimento é de R$ 555.070,05. O prazo para execução das obras é de 180 dias. A sessão de abertura dos envelopes das empresas interessadas em participar do certame está marcada para o dia 23 de Maio, às 14h30.

Aberta em 1903 para embelezar a Santa Casa de Misericórdia, um dos maiores orgulhos da época, a Praça Isabel Arruda foi perdendo com o passar do tempo muito da beleza que a caracterizou por décadas. A recuperação do prédio do antigo Fórum para abrigar um ramal da Pinacoteca do Estado, localizado nas imediações, também incentivou o governo municipal a investir na remodelação da praça.

“A Isabel Arruda será totalmente revitalizada. Enfrentamos ali a mesma dificuldade encontrada na Praça Rubião Júnior. A manutenção do piso de pedras portuguesas é muito difícil. Não temos mais calceteiros para fazer esse serviço. Vamos fazer uma grande reformulação. Nossa intenção é deixá-la no mesmo padrão da Praça Rubião Júnior”, avisa o secretário de Obras, André Peres.

Além da substituição da pedra portuguesa por material intertravado permeável, a praça também ganhará piso tátil direcional, novos bancos, lixeiras, playground, áreas de convivência e área destinada para artesanato. O sistema de iluminação será trocado por lâmpadas mais eficientes e econômicas. As áreas de estacionamento serão preservadas com vagas em 45 graus. Também está programada a mudança na mão de direção da Rua José Dal Farra que passará a ter sentido único subindo em direção à Avenida Dom Lúcio.

A Alameda República do Togo, que corta a Praça Isabel Arruda, passará por modificações e será preparada com toda infraestrutura para, num futuro próximo, acomodar os trailers que hoje ocupam a região central da cidade.

(Ass. de Imprensa da Prefeitura)