Prefeitura comemora recorde no recapeamento asfáltico

De acordo com informações colhidas junto a Secretaria de Comunicação, a Prefeitura de Botucatu fechou o ano de 2011 com o recorde absoluto de metros quadrados de vias recapeadas. É o que revela o levantamento feito pela Secretaria Municipal de Obras apresentado ao prefeito João Cury Neto.

No total foram recapeados 456 quarteirões de 123 ruas e avenidas, que somam 342.977,08 metros quadrados. Desse total, 200.907,08 metros quadrados com execução direta (maquinário e mão-de-obra próprios do município) e 113.320 metros quadrados através de empresas terceirizadas.

“Era uma necessidade grande. Tínhamos bairros como a Cohab 1, com mais de vinte anos, onde o pavimento das ruas era o mesmo desde a sua inauguração”, lembra o secretário municipal de Obras, Nivaldo Vizotto.

A política adotada pela atual administração foi de contemplar localidades onde o desgaste do asfalto já era grande com o recapeamento completo de suas ruas e não apenas de alguns trechos. Foi o que se viu, por exemplo, na Cohab 1, Parque Marajoara, Jardim Peabiru, Cohab 2, Vila São Luiz e Recanto Azul onde as condições de tráfego melhoraram consideravelmente, oferecendo mais conforto e segurança a quem circula por esses bairros.

Além disso, a Prefeitura também deu continuidade ao plano de recuperação dos principais corredores comerciais da cidade. Depois de executar o recape das ruas General Telles (2009) e Cardoso de Almeida (2010), em 2011 foram contempladas as ruas Rangel Pestana e João Passos que tiveram cerca de 30 mil metros quadrados de pavimento recuperados, ao longo de 35 quarteirões.

Outros bairros beneficiados com recape foram: Vila Nova Botucatu, Bairro Alto, Jardim Planalto, Jardim Continental, Vila Pinheiro, Jardim Paraíso, Vila Sonia e Vila Paraíso. Nos três anos da administração João Cury foram recuperados 489.329,48 metros quadrados de ruas e avenidas.

“Hoje Botucatu conta com cerca de 90% de ruas asfaltadas. Nos últimos vinte anos, os prefeitos trabalharam bem para que a cobertura da cidade chegasse a esse patamar. Também temos feito grandes investimentos na pavimentação de ruas como aconteceu no Convívio, em Rubião Júnior e em diversos outros bairros. Mas era preciso priorizar a recuperação de vias onde há mais de dez anos esse tipo de serviço não era feito. No Jardim Peabiru, por exemplo, o asfalto estava esfarelando. E para 2012, o Programa Mãos ? Obra beneficiará mais uma série de ruas com asfalto e recape. Ainda temos muito a fazer”, anuncia o prefeito João Cury.

{n}Números do recapeamento {/n}

2011 – 342.977,08
2010 – 77.800,00
2009 – 68.552,40
2008 – 22.793,00
2007 – 41.429,00
2006 – 22.653,00
2005 – 26.809,00
2004 – 71.485,00
2003 – 66.480,00
2002 – 75.606,50
2001 – 11.759,70