Prefeito acompanha primeiro dia de funcionamento do PS

Na manhã desta terça-feira (19), o prefeito João Cury Neto esteve fazendo uma visita para acompanhar o primeiro dia de funcionamento do novo Pronto Socorro (PS) Regional de Botucatu, instalado na Rua Joaquim Lyra Brandão, Vila Assumpção. A unidade de Saúde foi inaugurada segunda-feira (18) com a presença do governador do Estado, Geraldo Alckmin e de diversas autoridades municipais e regionais.

O prefeito vistoriou vários departamentos, conversou com funcionários e pacientes e revelou porque a unidade demorou em ser inaugurada. “Nós só colocamos o PS em funcionamento com tudo acertado. Construir o prédio de um hospital é muito mais fácil do que manter ele em funcionamento com médicos, enfermeira e outros servidores, além de equipamentos para dar atendimento qualificado ? população por intermédio de profissionais da Unesp”, explicou Cury.

Sempre quando questionado sobre esse assunto o prefeito, não poupa críticas ? administração anterior. “Quando assumimos o governo o PS estava uma porcaria e não tinha ? s míninas condições de prestar um atendimento digno ? população. Tivemos que chamar a empresa que construiu o prédio e ameaçar a suspensão do pagamento que deveria ser feito pela prefeitura se ela não refizesse uma série de obras da parte civil que estava em desacordo com a legislação, Anvisa e Vigilância Sanitária. A empresa refez a obra sem cobrar nada por isso”, lembra Cury.

Paralelo a isso, prossegue o prefeito, tivemos que tratar o funcionamento do PS com o Hospital das Clínicas (HC) da Unesp que assumiu conosco essa gestão. “O PS da Unesp é de alta confiança e credibilidade da população e trouxemos essa credibilidade ? cidade, com atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse ressaltando que para manter a operacionalidade do PS será destinado uma verba mensal do governo do Estado de R$ 300 mil e a Prefeitura entra com R$ 180 mil.

Sobre o PS ser regional Cury, foi taxativo. “O que é bom Botucatu tem que ser bom para nossa região, pois não se faz nada sozinho e nada substitui o diálogo. O PS vai atender Botucatu e as cidades circunvizinhas, oferecendo atendimento 24 horas em casos de menor gravidade nas especialidades de clínica médica geral e ortopedia para pessoas acima de 15 anos”, disse.

A expectativa inicial é de atender, diariamente, até 300 casos de média complexidade, numa área física de 1.588 metros quadrados, incluindo: seis consultórios médicos; sala para inalação; sala de gesso; duas salas para curativos; duas salas para atendimento de emergência; 12 leitos de observação e dois leitos para isolamento; sala para Raio-X; equipamento de Tele eletrocardiograma, conectado ao Instituto de Cardiologia Dante Pazanezze.

A unidade proporcionará maior retaguarda aos serviços prestados pelo HC da Unesp, que dará prioridade aos casos de alta complexidade, em todas as especialidades médicas, com 50 funcionários, além dos profissionais de resgate do Município.

Fotos: Valéria Cuter