Praça Rubião Júnior será entregue revitalizada

A Prefeitura de Botucatu entrega neste domingo (28), às 20 horas, as obras de revitalização da Praça Rubião Júnior, em frente à Catedral Metropolitana. O evento contará com apresentações com grupos de chorinho e seresteiros, mágica, plantio simbólico de um ipê roxo, além da soltura de peixes ornamentais. A praça também é a primeira de Botucatu a contar com totem turístico e sinal de internet grátis pelo projeto Praça Digital.

Inaugurada em 24 de maio de 1916, na gestão do prefeito Antonio José de Carvalho Barros, o espaço público carrega um importante componente histórico e por isso foi totalmente reformado. A arquitetura original da praça foi mantida. Inspirada nos jardins italianos, também simboliza um período de intensa urbanização vivido pela Cidade na virada entre o fim do século XIX e as primeiras décadas do século XX.

As árvores quase centenárias como palmeiras, ipês e magnólias foram preservadas. Com a revitalização, elas ganharam a companhia de antúrios, primaveras, lírios da paz, dracenas, jasmins, entre outras plantas que agora dão um colorido e charme todo especial ao paisagismo da praça construída na época para ser o jardim da Catedral Metropolitana de Sant’Anna.

Os três tanques, desativados há anos por danos hidráulicos, foram recuperados com conserto das bombas e impermeabilização que permitirão o povoamento com peixes ornamentais.

Novos chafarizes com estátuas, que representam figuras da mitologia grega e faziam parte do projeto original da praça, foram esculpidos pelo artista plástico Pedro César e resgatam ainda mais a praça como um dos principais cartões postais e espaços de convivência de Botucatu. A tradicional “Ponte dos Amores”, local onde noivos costumavam fotografar, também foi recuperada.  

 

Inclusão

O passeio público ganhou atenção especial e segue os padrões de acessibilidade impostos pela norma 9050 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Mais de 2 mil metros quadrados da praça receberam novo tipo de piso intertravado [pré-moldado de concreto], o mesmo utilizado recentemente na reforma da Praça Dom Maria Luiz de Sant’Anna, onde está a Catedral Metropolitana. O antigo piso interno da praça, em pedra portuguesa, se encontrava bastante danificado a ponto de prejudicar a locomoção dos pedestres.

O novo material do piso é antiderrapante, tem maior durabilidade e favorece a absorção da água no solo. Cerca de 700 metros lineares de piso tátil e mapa em braile foram instalados para atender pessoas com deficiência visual, e rampas foram construídas para ajudar o acesso de pessoas com deficiência, gestantes e idosos. A iluminação ganhou reforço com lâmpadas de vapor metálico (luz branca) de 250 watts, foram instaladas novas lixeiras e bancos em madeira. O banheiro público foi reformado e já estará adaptado a receber pessoas com deficiência.

A obra foi executada em parte pela empresa Tecnoplan (instalação do piso intertravado). Os demais serviços (paisagismo, construção civil, elétrica e hidráulica) foram realizados com mão de obra própria da Secretaria de Obras da Prefeitura. Somados, os investimentos do Poder Público na Praça Rubião Júnior chegam a cerca de R$ 300 mil.

“A grandeza dessa obra não está apenas no ganho estético que trará para a cidade. Mas, principalmente, no respeito e no resgate de uma parte importante de nossa história e na recuperação de um espaço que tem tudo para se transformar em umas das principais áreas de convivência de Botucatu. A satisfação em poder devolvê-la à comunidade reforça a certeza de que é possível construir uma cidade melhor a cada dia”, garante o prefeito João Cury Neto.

Da Assessoria