Praça de Esportes e lazer da Mina é inaugurada

Já está inaugurada, oficialmente, a Praça de Esportes e Lazer do Bairro da Mina – Silvio Eduardo Severino. O evento contou com a presença de autoridades públicas, moradores do bairro e familiares do homenageado que dá nome ao local.

Na oportunidade também foram distribuídas ? Associação de Moradores da Mina novas bolas e redes a serem utilizadas no espaço, que conta com playground, academia ao ar livre, quadra e campo de futebol de areia, bancos, bicicletário, ponto de hidratação, lixeiras e paisagismo, um investimento aproximado de R$ 100 mil e viabilizado pelo Orçamento Participativo (OP).

Também foi construída uma quadra com tamanho oficial [40 x 20 metros], e que conta com iluminação e alambrado. Ela foi orçada em R$ 188 mil, fruto de uma emenda parlamentar do deputado federal Nelson Marquezelli, viabilizada por meio de convênio entre o Ministério de Esportes e o Poder Público Municipal.

De acordo com o presidente da associação dos moradores e rancheiros, Edmundo Paganini, o bairro tem crescido e já registra aproximadamente 250 famílias residentes, com cerca de 850 construções. Em finais de semana e feriados prolongados, a Mina chega a receber mais de 3 mil pessoas. “Esta nova quadra será com certeza mais uma atração para os moradores e turistas que visitam o bairro, que será ainda mais valorizado”, enfatiza.

Para secretário de Esportes e Lazer, Antonio Carlos Pereira, esta nova praça beneficia uma parte da população que mora distante da área urbana e carece de equipamentos públicos que possam contribuir para uma melhor qualidade de vida. “Estamos multiplicando espaços como este que atuam diretamente na saúde das pessoas. Além disso, essa praça representa a força da comunidade que se uniu para viabilizá-la junto ao Poder Público”, diz.

Em seu discurso, o prefeito de Botucatu, João Cury Neto, valorizou ações e obras que em sua gestão tem beneficiado bairros mais afastados do centro. “O sentimento das pessoas que moram em bairros como a Mina é de que o Poder Público as esqueceu. Mas nossa missão é trazer a locais mais distantes como este o que há de melhor, como se estivéssemos fazendo para aqueles que moram mais próximo ao centro. É mais um compromisso assumido com essa gente”, frisa.