População comparece em massa na Festa do Milho

Um grande número de pessoas esteve ontem no pátio da igreja Nossa Senhora Menina, no Bairro da Vila Maria, para prestigiar a 8ª edição da Festa do Milho, evento que é coordenado pelo padre Orestes. A primeira etapa da festa se encerrou na noite do ultimo domingo, mas a festa terá continuidade e volta a acontecer nos dois próximos finais de semana de março, ou seja, 13 e 14 assim como 20 e 21.

Na festa são oferecidos produtos derivados de milho como: curau, pamonha, bolo, sorvete, pão, pastel, pizza, milho assado, milho cozido, sopa, entre outros. Para realizar a festa, Orestes conta com a colaboração de 200 pessoas, que estão trabalhando nas barracas e na confecção dos produtos para a venda.

Orestes acredita que passarão pelo local pelo menos 10 mil pessoas em cada dia de festa e serão consumidos 35 toneladas de milho nas três edições da festa, mas ele credita o sucesso do evento aos seus colaboradores que são pessoas abnegadas que o ajudam todos os anos. “Sem elas nossa festa inexistiria”, reconhece o padre da Vila Maria.

O mais curioso é que o padre Orestes transformou o pátio de igreja Nossa Senhora Menina em uma verdadeira linha de produção e todas as máquinas que são usadas para manusear o milho são invenções suas. “É verdade, eu criei essas máquinas. Se fosse trabalhar no “muque”, seria muito difícil, coloca.

Ele espera que a população volte a prestigiar o evento na Vila Maria. “Estaremos atendendo a população a partir das 10 horas. Esperamos uma multidão circulando pelo pátio da igreja. Quem vier não vai se arrepender porque tudo que temos aqui é fresquinho e de primeira qualidade”, concluiu.

Foto: Valéria Cuter