Parque Tecnológico recebe empresários

O Parque Tecnológico Botucatu promoveu seu primeiro grande evento pós-inauguração, realizada no mês de abril passado. A Rodada Tecnológica serviu como um verdadeiro “workshop”, inteiramente gratuito, para que cerca de 50 empresários de Botucatu e outras cidades do Estado pudessem discutir temas ligados à inovação como desenvolvimento de marcas, softwares, patentes, além de oportunidades de financiamento reembolsável e não reembolsável.

"Agora estamos articulando um novo encontro para o dia 24 de maio, este com a presença de agentes financiadores. A intenção é que pelo menos uma vez ao mês o Parque Tecnológico possa sediar encontros para estimular a atração e desenvolvimento de empresas com potencial de inovação”, comenta o secretário adjunto de Ciência e Tecnologia, Carlos Alberto Costa.

 

Sobre o ParqTec

Parques Tecnológicos são espaços que oferecem oportunidade para que empresas transformem pesquisa em produto, aproximando os centros de conhecimento (universidades, centros de pesquisas e escolas) do setor produtivo (empresas em geral). Esses ambientes propícios para o desenvolvimento de Empresas de Base Tecnológica (EBTs) e para a difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação transformam-se em locais que estimulam a sinergia de experiências entre as empresas, tornando-as mais competitivas.  

O Parque Tecnológico Botucatu é vocacionado ao desenvolvimento de novos produtos e serviços nas áreas de bioprocessos, biotecnologia, meio ambiente, produtos florestais, produtos naturais da fauna e da flora, tecnologias sociais e logística. Possui uma área total de 360 mil metros quadrados, onde abriga o Centro de Gestão Tecnológica – Fernando Bandeira de Mello Marins, edifício administrativo de 1.900 metros quadrados que conta com salas de reunião, espera e treinamento, instalações para diretoria, secretaria, administração, compras, manutenção, recepção, copa, sanitários, área de atendimento, hall, dois anfiteatros e auditório para 190 pessoas.

Também conta com uma área com 18 lotes de aproximadamente 1.500 metros quadrados, com completa infraestrutura destinada a instalação de Centros de Pesquisa e Desenvolvimento públicos e privados; outra área de 33 mil metros quadrados para a construção de um Centro Empresarial e uma Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de cerca de 5.500 metros quadrados; além de uma área para expansão de 220 mil metros quadrados.

O ParqTec de Botucatu foi o sétimo aberto no Estado de São Paulo. São José dos Campos, Sorocaba, Ribeirão Preto, Piracicaba, Santos e São Carlos já possuem tais empreendimentos voltados à promoção de ciência, tecnologia e inovação. No Estado de São Paulo, existem 28 iniciativas para implantação desses empreendimentos.

 

Concessão de áreas

As empresas interessadas em se instalar no Parque Tecnológico devem entrar no site www.parquetecnologicobotucatu.org.br, onde há detalhes dos dois Chamamentos Públicos voltados à seleção de projetos interessadas à permissão e concessão de áreas do empreendimento. 

Até o momento, 16 empresas já assinaram um protocolo de intenções com interesse formal de se estabelecerem no Parque Tecnológico Botucatu. Mais informações pelos telefones (14) 3813-4659 (Parque Tecnológico), (14) 3811-1424 (Subsecretaria de Ciência e Tecnologia) ou e-mail contato@parquetecnologicobotucatu.org.br.

O Parque Tecnológico Botucatu está localizado na Rodovia Gastão Dal Farra, Km 7 + 200 metros, a três quilômetros da Rodovia João Hipólyto Martins (SP-209) – que liga a Rodovia Castelo Branco a Botucatu.