Obras recupera chafariz da Praça Brasil-Japão

Os serviços de recuperação do lago artificial da Praça Brasil-Japão, que tiveram início no final do ano passado, estão acelerados e na reta final. Nesta semana, a Secretaria de Obras começou os primeiros testes do sistema hidráulico. Ele funciona com duas moto-bombas, com 1,5 cavalos de potência cada, e que filtram 14m³/hora de água. Um terceiro motor, com 5 cavalos de potência, é capaz de bombear 20m³/hora de água aos sete bicos do chafariz, e que dará ? praça um ambiente mais harmonioso e aconchegante.

O lago terá capacidade de receber um volume de aproximadamente 80m³ de água. O revestimento dele está bastante adiantado. Além da impermeabilização, o tanque já recebeu pastilhas de azulejo nas cores azul e vermelho. Além do lago artificial, a Praça Brasil-Japão ganhará novas lixeiras, reforço no sistema de iluminação e pintura, construção de rampas de acessibilidade, entre outras melhorias que têm sido adotadas como padrão em outras praças recuperadas pela Secretaria Municipal de Obras, que prevê um investimento aproximado de R$ 60 mil.

“Nossa previsão é entregar a praça até maio deste ano. Sabemos a expectativa da população, que tem um carinho especial pela Brasil-Japão. Além de servir como ponto de encontro e lazer das famílias, ela também se tornou mais um ponto turístico da Cidade. Por isso queremos causar a melhor impressão possível com uma reforma completa dela”, afirma o secretário André Peres.

{n}Sobre a Brasil-Japão{/n}

Símbolo da forte colônia japonesa em Botucatu, a Praça Brasil-Japão é um cartão postal numa das principais entradas da Cidade, para quem vem pela Rua Campos Salles por meio da rodovia Marechal Rondon ou Domingos Sartori.

Inaugurada em 1998, logo se tornou um ponto turístico para quem é de fora e até de recém-casados que utilizam o espaço como pano de fundo para o álbum de fotografias. E não é para menos. Os tradicionais arcos vermelhos inspirados na arquitetura nipônica, aliado ao paisagismo exuberante, são características peculiares da praça.

Mas um dos destaques do local certamente é o lago artificial construído no centro dela, no formato de estrela (alusão ao Sol – símbolo do Japão). Ele também possui um navio de madeira na parte interna, homenagem ? imigração japonesa ao Brasil no início do século passado e ? rota de japoneses ao Peru, com passagem por Botucatu.