Novo conjunto habitacional com 529 unidades será entregue

Neste sábado (15), durante a cerimônia de entrega das chaves das 529 unidades do Residencial Maria Luíza, a Prefeitura de Botucatu, em parceria com a Pacaembu Construtora, Caixa Econômica Federal e o Sindicato dos Empregados do Comércio farão o lançamento de mais um conjunto habitacional que será construído na Cidade: o Residencial Jardim do Bosque. O empreendimento estará localizado entre os residenciais Santa Maria e Maria Luíza, ? s margens da rodovia Gastão Dal Farra.

Serão 330 casas divididas em dois módulos. Cada unidade terá 43,74 m² e contarão com uma sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. Os imóveis são entregues com laje, banheiro azulejado e piso cerâmico em todos os compartimentos – exceto a área de serviço.

Eduardo Almeida, diretor do Grupo Pacaembu, explica que o empreendimento será entregue totalmente legalizado, com toda infraestrutura pronta, inclusive asfalto e arborização. “Cada unidade habitacional entregue concretiza o sonho da casa própria de milhares de brasileiros, por isso temos muita satisfação em lançar mais um empreendimento de qualidade”, acrescenta.

Os interessados em se inscrever deverão comparecer ? rua Cardoso de Almeida, n° 960 – Centro, a partir do dia 17 de dezembro, das 9 ? s 17 horas. Para o cadastro é necessário apresentar carteira de identidade, CPF, comprovante de renda e de endereço. Para mais informações entre em contato pelo telefone: 0800-7302020.

O prefeito João Cury comemora o fato da Prefeitura, junto com os demais parceiros, oferecerem ? população mais uma oportunidade de realizar o sonho da casa própria. “Quando assumimos o governo, em 2009, o déficit habitacional era muito grande. Ao tomarmos conhecimento dessa realidade, passamos a trabalhar muito para viabilizar a construção de casas populares. Encerramos o mandato com três novos conjuntos entregues: Santa Maria, Flora Rica e Maria Luíza. E vamos iniciar 2013 oferecendo mais 330 unidades através do Jardim do Bosque. Nossa meta é construir três mil moradias até 2016”, ressalta.