Morre o escritor e educador botucatuense Claudio Martins

Morreu na manhã desta terça, dia 22, aos 66 anos, o escritor e educador botucatuense Claudio de Almeida Martins. Muito conhecido entre os meios de comunicação, Martins lutava contra o câncer há alguns anos.

Na década de 70, Claudio Martins foi locutor e técnico da Rádio Emissora de Botucatu, a F-8. Lá trabalhou com duas lendas do rádio botucatuense, Santos Heitor e Plínio Paganini.

Após esse período, Claudio Martins fez carreira como educador na Cesp – Companhia Energética de São Paulo. Como escritor Claudio Martins escreveu diversos livros, com destaque para Rabo De Bugio”, lançado em abril de 2012, com linguajar regionalista, onde narrou a vida cabocla e seus costumes.

Além de comunicador, educador e escritor, Claudio Martins também desenvolvia suas habilidades na viola caipira, onde participou como compositor de inúmeros festivais. Seu sepultamento será às 17 horas no Memorial Botucatu.

"Cláudio, um cara fantástico. Amigo, um dos meus melhores. Desses para se guardar no lado esquerdo do peito. Leal, como devem ser os amigos; alegre, às vezes rabugento, mas espirituoso; violeiro, compositor, contador de "causos",  professor, escritor. Deixa bela obra, que sua grande companheira Tyla, soube editar parte dela e fazer uma belíssima trilogia num trabalho esmerado e merecido. Repleto de amor. Cláudio enfrentou o câncer cruel com muita altivez, até zombando do mesmo. Muito espiritualizado, enfrentava agruras da vida com resignação. Perco um amigo de mais de 50 anos; amigo de menino; trabalhamos juntos em 2 empresas, a F8 e a Cesp. Deixa uma lacuna imensa, mas conforta-nos saber que levará sua bondade e sua alegre presença, agora por sua alma, ao convívio dos entes queridos que já nos deixaram. Grande Professor Claudio. Descanse em Paz, pois sua missão terrena cumpriu-a com retidão, marca de se caráter", disse o amigo Walter Paschoalick Catherino.