Morre Irmão Hilário, ex-diretor do Colégio La Salle de Botucatu

Faleceu na noite deste domingo, aos 85 anos, o professor Alberto Giuseppe Sgarbi, conhecido como Irmão Hilário, na Casa Nossa Senhora da Estrela, em Porto Alegre (RS). O velório foi realizado na capela 08 do Cemitério Parque São Vicente, em Canoas (RS), onde o corpo foi sepultado. O Irmão Hilário esteve à frente do Colégio La Salle Botucatu por 18 anos e participou da formação de inúmeros alunos lassalistas de nossa cidade.

“Convidamos toda a Comunidade Lassalista de Botucatu a estar unida em oração pelo descanso eterno de nosso querido Irmão Hilário, e expressamos nossa solidariedade e orações aos familiares e parentes de nosso ente querido”, trouxe uma nota emitida pelo Colégio em Botucatu.

Irmão Hilário nasceu em 18 de março de 1931, na cidade de General Osório, em Guaporé (RS). Exerceu a função de professor, mas a maior parte do tempo ocupou o cargo de Orientador Disciplinar, nos Colégios La Salle de Botucatu e La Salle São Carlos (SP).

Na década de 80, começou a trabalhar no Colégio La Salle Abel, Niterói (RJ) e na Casa Abel, em Araruama (RJ). Na Casa Abel, atuou como administrador e, no Colégio La Salle Abel, esteve à frente do Setor de Mecanografia. Também foi catequista, particularmente preparando as crianças e os adolescentes para Primeira Comunhão e para o Sacramento da Crisma. Visitava os alunos com frequência, principalmente, os alunos do Ensino Fundamental.  Sua visita aos alunos era querida, pois contava histórias bíblicas e da Vida de La Salle, além de brindar os estudantes com sua famosa pipoca.  Sempre foi uma presença muito alegre na Comunidade Educativa.

 Vale destacar sua participação nas viagens e passeios, acompanhando sempre os alunos nas idas à Casa Abel e ao Paiol. Também era presença certa nas viagens da Orquestra La Salle (antiga Orquestra Típica La Salle), para apresentações no interior do Estado e até em outras regiões do país.

 Em 30 de janeiro de 1999, celebrou seu Jubileu de Ouro de Vida Religiosa Consagrada, em sua terra natal, em Palmitos (SC). Portanto, foram 67 anos como irmão Lassalista.

(Com informaçoes de "O Fluminense")