Moradores e rancheiros da região do Rio Bonito discutem segurança

Autoridades botucatuenses ligadas á área de Segurança Pública, estiveram reunidas na tarde desta quinta-feira (8), no Auditório Cyro Pires da Prefeitura Municipal de Botucatu para discutir com moradores e rancheiros, os mais variados problemas encontrados na região do Rio Bonito Campo e Náutica, Bairro da Mina, Porto Said e Alvorada da Barra.

Compuseram a Mesa dos Trabalhos, o secretário de Segurança Pública, delegado Adjair de Campos; o delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Sérgio Castanheira; o comandante da 1º Companhia de Polícia Militar, capitão José Semensati Júnior; o coordenador operacional do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I), major Marcelo Oliveira; o presidente do Conselho de Segurança (Conseg), Clóvis de Almeida Martins e o coordenador de Defesa Civil do Município, Domingos Chavari Neto.

Todos os presentes tiveram a liberdade para se expressar e dar sugestões para melhorar a segurança naquela região do Município que é um dos pontos turísticos que recebe, principalmente, aos finais de semana, centenas de pessoas que chegam das mais diferentes cidades do Estado de São Paulo.

Além da segurança, a preocupação dos moradores e rancheiros também está voltada ? conservação e limpeza das margens. Segundo eles, o mato está muito alto em alguns pontos e dificulta o acesso de quem quer chegar ? represa. Além disso, os moradores sugeriram que uma viatura da Polícia Militar ou da Guarda Municipal fosse designada para atender somente aquela região.

O coordenador da Defesa Civil, Domingos Chavari Neto, um dos responsáveis por esse encontro, enfocou que reuniões como esta são muito importantes para que as autoridades constituídas do Município possam dialogar com a comunidade, debatendo os problemas expostos para que as prioridades sejam discutidas e atendidas.

“Esta reunião de hoje foi bastante proveitosa e outras deverão ser agendadas. É muito salutar esse diálogo franco e aberto entre a comunidade e as autoridades. Tudo o que foi discutido e pedido aqui hoje será analisado e as principais reivindicações serão atendidas, na medida do possível”, avaliou Chavari.

Fotos: Valéria Cuter