Mau tempo causa transtornos em diferentes pontos da cidade

 

Previsão é que o mau tempo perdure nas próximas horas com possibilidade de rajadas de vento e granizo, que poderão ocasionar quedas de árvores, desabamento de casas e muros ou destelhamento de casas

 

Em razão das fortes chuvas, a Defesa Civil do município e a Secretaria Municipal de Obras, com apoio da Guarda Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros estão mobilizados para atender as diversas ocorrências registradas em vários pontos da Cidade. O próprio prefeito João Cury e vários secretários estiveram em diversos pontos de alagamento, como no acesso ao terminal rodoviário, pela avenida Vital Brasil, que foi interditada devido ao transbordamento do ribeirão Água Fria. Na Rodovia Domingos Sartori, houve deslizamento de terra, atingindo a pista Rubião-Centro.

Máquinas da Concessionária Rodovias do Tietê e da Secretaria de Obras foram deslocadas para o local a fim de desobstruir o trecho atingido. Orientação aos motoristas que evitem trafegar pelo local. A opção é a Rodovia Antonio Butignolli. Outro ponto que foi interditado para veículos de grande porte (caminhões e ônibus) é o trecho da ponte do Rio Capivarinha, na Rodovia Alcides Sores, em razão do desbarrancamento parcial de um dos lados da ponte. As estradas rurais foram bastante afetadas.

Também foi registrado deslizamento de terra na Rua Carlos de Rosa, no Residencial Santa Maria, Rua Antonio Américo Coutinho, na região central e Rodovia Antonio Butignolli, no acesso a um conjunto de apartamentos para estudantes. Houve alagamento do Viaduto Bento Natel e avenidas Leonardo Villas Boas e Rafael Laurindo. Também houve em diversos pontos invasão de água em residências.

Por causa disso a Defesa Civil de Botucatu se mantém em estado de alerta uma vez que a previsão é que o mau tempo perdure nas próximas horas com possibilidade de rajadas de vento e granizo, que poderão ocasionar quedas de árvores, desabamento de casas e muros ou destelhamento de casas.

A equipe da Defesa Civil do Município tem vistoriado os locais mais críticos onde, geralmente, ocorrem problemas e em áreas de risco. “Felizmente, não houve registro de vítimas graves, apenas danos materiais, mas a chuva não está dando trégua e isso nos faz permanecer de sobreaviso, pois existe a perspectiva de mais chuva nas próximas horas“, disse o coordenador Paulo Renato da Silva.

Ele enfatiza que nos últimos meses vêm sendo feito um trabalho de prevenção como podas de árvores, obras de contenção, limpeza, alargamento e aprofundamento da calha de rios, recuperação de pontes, limpeza e desobstrução de bueiros e cadastramento de famílias que ocupam áreas de risco e assistência social.

 “Vamos esperar a chuva dar uma trégua para que a gente possa fazer uma avaliação geral e um balanço mais apurado dessa situação  e se for necessário prestar assistência aos que tiveram prejuízos. Nossas equipes estão na rua para minimizar os estragos e já atender às famílias atingidas pelas chuvas em nossa Cidade”, colocou Paulo Renato.

A chuva também causou um fato, de certa forma, curioso em lojas do Shopping Botucatu, de acordo com o registro fotográfico feito pelo apresentador e ex-vereador Abelardo da Costa Neto, com baldes espalhados em lojas de rede por causa de goteiras. Ele cita em seu facebook as Lojas Americanas, Tenda e Cineflix.