Iniciada a instalação de placas em ruas da região da Cohab 1

Dirigentes de associações de moradores dos bairros Cohab 6, Cohab 1, Vila Pinheiro, Vila Real, Vila São Luiz e Jardim Aeroporto iniciaram na manhã desta terça-feira (26) a instalação de placas de denominação de ruas no Conjunto Habitacional Humberto Popolo (Cohab 1). A ação faz parte do projeto “Rumos da Cidade”, desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Botucatu.

Pelo convênio assinado, sob a coordenação da Unasab´s – União das Associações e Sociedades Amigos de Bairros de Botucatu – caberá ? s associações de moradores o levantamento das ruas e praças que se encontram sem placas de identificação e a instalação das mesmas. Para execução dos serviços, a Prefeitura fará o repasse no valor de R$ 45 mil, além de supervisionar, auxiliar e fiscalizar a devida execução das atividades previstas no convênio.

De acordo com o presidente da Unasab´s, Marcos Antonio da Silva, cerca de 20 associações de moradores estarão integradas ao projeto. “Essa foi uma grande oportunidade que o prefeito nos deu para que as associações pudessem trabalhar em parceria com o poder público”, afirma.

A iniciativa envolve as associações de bairros que estimulará os moradores a atuarem na identificação de vias públicas que necessitam de emplacamento. “Hoje existem bairros onde a sinalização quase não existe, dificultando a locomoção das pessoas. O emplacamento desses locais será muito importante para mudar essa situação”, afirma o prefeito João Cury Neto.

O levantamento realizado pelas lideranças comunitárias identificou a necessidade de instalação de cerca de 2 mil placas em mais de 40 bairros da cidade. O primeiro bairro contemplado foi a Cohab 1, onde serão instaladas 139 placas. A primeira delas foi afixada na Rua Rafael Garbuio (antigo Rua 1). A previsão é que o serviço no bairro seja concluído em dois dias. Na seqüência o serviço será executado no Jardim Brasil, a partir do dia 27.

Segundo João Cury, essa será uma boa oportunidade para sensibilizar a comunidade sobre a importância da participação popular, que levará ao conhecimento do poder publico as carências identificadas nos bairros e ao mesmo trabalhará para suas soluções.

“Tenho certeza que esse será o primeiro de vários projetos que podemos executar em parceria. Além do envolvimento da comunidade em ações que beneficiarão seus bairros também estamos propiciando ? s associações de moradores receberem recursos que poderão ajudar no custeio de algumas de suas despesas. Isso também é relevante”, declara o prefeito.