Idoso é localizado vivendo em condição subumana

Fotos: Valéria Cuter

A Defesa Civil do Município, com Paulo Renato da Silva e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) central, coordenado por Adriana Souza, estiveram na Rua Jorge Rossetto, região do Bairro do Lavapés, onde havia denúncia de que um senhor estaria levando para dentro de sua casa todo tipo de lixo que encontra na rua.

No local foi encontrado um senhor de 64 anos de idade, chamado João Batista Machado, que trabalha coletando produtos recicláveis na rua, vivendo em situação subumana em meio a uma grande quantidade de entulhos espalhados por toda casa, situação propícia para a proliferação de insetos e animais peçonhentos.

Do lado de fora já se fazia uma idéia da situação, pois até no corredor do quintal que dá acesso ? entrada da casa o entulho estava impedindo a passagem. De acordo Paulo Renato da Silva, a situação se mostrou pior do que imaginava. “Realmente foi complicado. O homem não quis ir para casa de parentes enquanto era retirado o material por uma empreiteira que presta serviço de limpeza pública ? Prefeitura”, disse.

Ao final do trabalho o coordenador computou a retirada de, aproximadamente, duas toneladas de todo tipo de material do interior da casa. “Deu trabalho, mas a casa agora está limpa e livre de todo aquele lixo. O que era material reciclável, como latas de alumínio e recipientes plásticos nós separamos e colocamos em um terreno próximo com autorização do proprietário para que possa vender. Porém, 80% dos produtos foram para o lixo”, completa.

Machado que acompanhou todo processo da limpeza garantiu que irá tomar mais cuidado e manter a casa e o quintal limpos. “Não vou mais deixar acumular (o lixo). É que eu pego uma coisinha aqui, outra ali, e quando vi estava desse jeito lotado. Mas, agora vou tomar cuidado para não incomodar mais os vizinhos”, prometeu.